Crucifixos são retirados dos Tribunais do Rio Grande do Sul – Enquete na Folha

| 17 de março de 2012 | 5 Comentários
Edson Carlos de Oliveira

Conselho da Magistratura do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS) decidiu retirar crucifixos e símbolos religiosos de todas as salas do Judiciário do Estado

A cristianofobia varre o mundo. Em vários países da África e do Oriente nossos irmãos na Fé são mortos. Na maior parte dos países ocidentais, outrora oficialmente cristãos, a perseguição religiosa é menos violenta na aparência, mas muito perversa. Em nome do laicismo do Estado, pretende-se abolir toda forma de expressão religiosa da esfera pública e destruir o que resta da Civilização Cristã.

O exemplo mais recente e chocante ocorreu no sul do país. A pedido da ONG Liga Brasileira de Lésbicas, no último 6 de março, o Conselho da Magistratura do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS) decidiu retirar crucifixos e símbolos religiosos de todas as salas do Judiciário do Estado.

Em Nota Pastoral, Dom Keller, bispo de Frederico Westphalen (RS), lamentou que o tribunal de Justiça tenha se dobrado “diante da pressão de um grupo determinado, ideologizado e raivoso, contrariando a opinião da grande maioria da população do Estado do Rio Grande do Sul” (1).

Em junho de 2007, como bem lembra Dom Keller, o Conselho Nacional de Justiça já havia rechaçado o mesmo pedido. Naquela ocasião, o conselheiro Oscar Argollo, em seu voto, expressava que “o Estado, que não professa o ateísmo, pode conviver com símbolos os quais não somente correspondem a valores que informam sua existência cultural, como remetem a bens encarecidos por parcela expressiva da sua população – por isso, também, não é dado proibir a exibição de crucifixos ou de imagens sagradas em lugares públicos”.

Seria ingenuidade pensar que os fanáticos do secularismo se contentam com a retirada dos crucifixos expostos em locais públicos. Duvida? Pois, bem, a Justiça da Inglaterra decidiu que portar crucifixos no pescoço pode ser considerado como justa causa para demissão de funcionários (2).

Ao Tribunal Europeu dos Direitos do Homem, os prejudicados já recorreram, mas ainda que ganhem, serve de alerta para tantos desavisados que pensam que a sede anticristã dos laicistas é saciável.

Enquete na Folha de São Paulo

O site do jornal Folha de São Paulo está realizando uma enquete para saber a opinião dos internautas sobre a decisão do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul.

Clique no link abaixo e mostre que você NÃO é favorável a medida do TJRS:

http://polls.folha.com.br/poll/1206702/

_______________
Referências:
(1) Blog de Dom Keller, 7/3/2012.
(2) The Telegraph, 13/3/2012.
email

Tags: , , , ,

Categoria: Apologética Católica, Ateísmo, Notícias Silenciadas

Comentários (5)

Trackback URL | Feed RSS de Comentários

  1. Eduardo Piva disse:

    Bruno Deus te abençoe por lutar e morrer em pró da verdade de cristo que é sua igreja, suas palavras são minhas palavras então morreremos junto pelo nosso senhor e sua igreja amem.

  2. Bruno Nunes disse:

    Não estou defendendo Malafaia, mas não posso deixar de elogiar a defesa que ele tem em prol da Cristandade, quiseram implantar a PL 122 e não vi um padre sequer se manifestar contra esse absurdo, numa parada gay ridicularizaram os santos da Santa Mãe Igreja e não fizeram nada e agora estão “limpando” dos predios públicos simbolos Cristãos e a Igreja não reage, pelo amor de Deus é muita acomodação. Os leigos Católicos se acomodam por que vê seus lideres religiosos de braços cruzados, Se um dia a ditadura homossexual estiver matando Cristãos por aqui, Deus me perdoe mas morro lutando, irei as armas.

  3. Eduardo Piva disse:

    Ola Bruno não de sinta triste, e lembre-e a culpa é nossa pois nos somos os católicos, nos somos os acomodados, nos é que não estamos mais defendendo nossa amada igreja. Silas Malafaia mente,rouba dizimo, falso profeta que prega cristo mas não vive em cristo como nossos santos padres.

  4. Bruno Nunes disse:

    Sou Católico e fico muito triste ao ver a Igreja Católica tão passiva ante o ataque de “instituições” promiscuas, se não fizermos nada seremos jogados aos leãos, assim como na Roma antiga. Silas Malafaia por ser protestante defende a Cristandade melhor do que certos padres.

  5. Eduardo Piva disse:

    O mundo é cada vez menos cristão e o Brasil cada vez mais alienado com essa onda protestante. Tirar crucifixo também é culpa dos protestantes que não aceitam o cristo crucificado, como diria São Francisco de Assis cristo glorioso é lindo, mais o cristo na cruz e´ainda mais belo, pois ali é o ponto mais alto do seu amor pela humanidade o seu sacrifício. As lésbicas deveriam tomar vergonha na cara e lutar pelos viciados em entorpecentes, pelas crianças desnutridas, pela violência domestica etc,etc,etc….

Deixe seu comentário