Católicos do Mundo inteiro apelam ao Santo Padre preocupados com o próximo Sínodo

| 30 de abril de 2015 | 1 Comentário
Frente Estudantil Lepanto

“Uma palavra de Vossa Santidade é a única forma de esclarecer a confusão crescente entre os fiéis”

Assine a Filial Súplica
ao Papa Francisco e participe dessa
 mobilização mundial em defesa da família

Mensagem de Adolpho Lindenberg,
presidente do Instituto Plinio Corrêa de Oliveira

Dr. Adolpho Lindenberg - Conferência "Brasil e Portugal – muito mais que irmãos"

Dr. Adolpho Lindenberg

Caros Amigos,

Não é novidade para ninguém:

– o último Sinodo dos Bispos instalou a polêmica e a dúvida no seio da Igreja.

A grande mídia deleitou-se em abordar de forma inadequada temas como o chamado “casamento homossexual” e comunhão aos divorciados em segunda união, além de proclamar uma pretensa liberação geral que estaria nas conclusões do Sínodo.

Enquanto isso, católicos do mundo inteiro, perplexos, aguardavam uma palavra do Pastor que lhes iluminasse o caminho. Agora, temem pelo que acontecerá no próximo mês de outubro quando um novo Sínodo continuará a tratar desses mesmos temas.

Temor que nasce de uma revolução sexual de décadas promovida por uma aliança de organizações poderosas, forças políticas e os meios de comunicação que sempre trabalham contra a própria existência da família como a unidade básica da sociedade.

Entretanto:

  • A maioria dos católicos discorda da moral relativista de nossos dias, que ensina a abominável “teoria de gênero” para crianças pequenas em muitos países.
  • A maioria dos católicos tem no Sexto Mandamento da Lei de Deus o farol que os ilumina nesse panorama ideológico sinistro.
  • A maioria dos católicos se sente esmagada pela propaganda hedonista que quer destruir o modelo de família casta e fecunda ensinada pelo Evangelho e conforme à lei natural.
  • A maioria dos católicos está angustiada com o que pode acontecer no próximo Sínodo, em função das informações até agora publicadas.

E muitos suplicam:

“Santidade, dizei uma só palavra
e tudo ficará claro”.

Assine a Filial Súplica
ao Papa Francisco e participe dessa
 mobilização mundial em defesa da família

Temos pouco tempo para agir.

O “lobby” homossexual está mobilizado, os teólogos da libertação já estão preparados para justificar qualquer dessas barbaridades. A grande mídia, sedenta, aguarda para desinformar a opinião pública, especialmente a católica.

Como então, eu e você, simples leigos, podemos fazer frente a essa guerra anticristã e anti-família?

Unindo-se a católicos do mundo inteiro na Filial Mensagem a Sua Santidade.

Assine a Filial Súplica
ao Papa Francisco e participe dessa
 mobilização mundial em defesa da família

Nessa mensagem ao Papa Francisco manifestamos nosso desejo de que ele reafirme de modo categórico o ensinamento da Igreja segundo o qual os católicos divorciados e civilmente recasados não podem receber a Sagrada Comunhão e de que uniões homossexuais são contrárias às leis divina e natural.

Conto com sua participação.

No longo caminho desse Calvário da Igreja, sua assinatura será como a ajuda do Cirineu, que aliviou Nosso Senhor ao carregar sua Cruz.

Rogando à Sagrada Família que abençoe nossa luta nestes dias turbulentos em que vivemos, despeço-me,

Em Jesus, Maria, José,

Adolpho Lindenberg
Presidente

PS – Veja aqui a lista das personalidades que já assinaram a Filial Súplica e una-se a elas nessa moderna Cruzada do Século XXI.

email

Tags: , , , , , , ,

Categoria: Catolicismo, Doutrina Católica, Lepanto em Ação

Comentários (1)

Trackback URL | Feed RSS de Comentários

  1. Lúci Helena Nascente disse:

    “Ora, eu acredito sinceramente que estamos tratando com uma falsificação da Igreja, e não com a Igreja católica. Por quê? Porque eles não ensinam mais a fé católica. Eles não defendem mais a fé católica. E não somente eles não ensinam mais a fé católica e não defendem mais a fé católica, mas eles ensinam outra coisa, eles arrastam a Igreja para algo diferente da Igreja católica. Esta não é mais a Igreja católica”. Dom Marcel Lefebvre.

    Nota de http://www.rainhamaria.com.br
    Declarou o Arcebispo francês Marcel Lefebvre

    Em Homilia proferida em Lille, em 29 de agosto de 1976.

    “A verdade e o erro não estão em pé de igualdade. Isso seria colocar Deus e o diabo em pé de igualdade, visto que o diabo é o pai da mentira, o pai do erro.

    Se acontecesse do papa não fosse mais o servo da verdade, ele não seria mais papa. Não digo que ele não o seja mais – notem bem, não me façam dizer o que não disse – mas se acontecesse disso ser verdade, não poderíamos seguir alguém que nos arrastasse ao erro. Isto é evidente.

    Dizem-nos: “Vocês julgam o papa”. Mas onde está o critério da verdade? Dom Benelli jogou na minha cara: “Não é o senhor que faz a verdade”. Claro, não sou eu que faço a verdade, mas também não é o papa. A Verdade é Nosso Senhor Jesus Cristo, portanto devemos nos reportar ao que Nosso Senhor Jesus Cristo nos ensinou, ao que os Padres da Igreja e toda a Igreja nos ensinou, para saber onde está a verdade.

    Não sou eu quem julga o Santo Padre, é a Tradição. Uma criança de cinco anos, com seu catecismo, pode muito bem responder para o seu bispo. Se seu bispo viesse lhe dizer: “Nosso Senhor não está presente na Santa Eucaristia. Sou eu que sou a testemunha da verdade e te digo que Nosso Senhor não está presente na Santa Eucaristia”. Pois bem! essa criança, apesar de seus cinco anos, tem seu catecismo. Ela responde: “Mas, o meu catecismo diz o contrário”. Quem tem razão? O bispo ou o catecismo? Vigiai e orai para não cairdes em tentação. http://www.ceifadores.com.br ou http://www.rainhamaria.com.br

Deixe seu comentário