Moeda medieval, a mais estável em séculos

| 14 de abril de 2015 | 1 Comentário
Santiago Fernandez

Luis de ouro, tesouro de Notre Dame

No dia de hoje os jornais anunciam que o real e o peso argentino se sobrevalorizam face ao dólar. Poucos anos atrás naufragavam. O euro se desvalorizaa facee à moeda americana, mas até pouco todos clamavam que o euro estava nas nuvens.

Nos EUA não pára a berrina contra o dólar que eles acham “débil”, mas Washington gosta assim mesmo. Na Europa o euro “forte” arrebenta a competividade das empresas. Xinga-se o yuan chinês supervalorizada, esperneia-se contra o yen japonês. A ciranda universal não sossega nempara cima nem para baixo, nem na estabilidade.

Amanhã mídia e especialistas falarão o contrário de hoje. E depois de amanhã o contrário do contrário, enquanto correm trilhões de um mercado a outro como fluxos de lava furiosa. Ninguém acha investimento rentável sossegado.

Entretanto, houve ao menos uma moeda que varou os séculos nimbada de prestigio: o luis de ouro medieval!

São Luís IX, Rei da França, viveu no século XIII e alcançou tal prestígio, que até hoje se encontram com facilidade moedas de ouro cunhadas com sua efígie, sempre bem cotadas.

O povo as respeitava e guardava como se fossem medalhas religiosas, quase como relíquias! Por isso ainda há em abundância. O reinado do soberano cruzado, contudo, teve lugar há 700 anos!

email

Tags: , , ,

Categoria: História, Idade Média

Deixe seu comentário