Psicose Ambientalista
Cadastre-se

Evolucionismo: A farsa de Charles Darwin

| 11 de outubro de 2008 | 112 Comentários
Mauro Corrêa

Descobertas científicas desmentem a teoria evolucionista, oposta ao Criacionismo.

  

Nossas escolas insistem em ensinar o Evolucionismo como um fato indiscutível

Desde as primeiras séries de nossos estudos vimos sendo familiarizados com uma explicação – no mínimo estranha – sobre a origem da vida: a teoria da evolução de Charles Darwin, soberana nos manuais de colégio.

No entanto, um grande número de escolas norte-americanas está excluindo de seus currículos o ensino do darwinismo. O motivo? Um fato certamente de pouca importância – e talvez por isso nunca seja mencionado no Brasil – : a evolução das espécies jamais foi provada cientificamente.

 Paleontologia: faltam evidências

São extraordinárias as falhas e incongruências da teoria darwiniana. Há muito, ela deixou de ser unânime entre os pesquisadores, pois carece de métodos científicos e vem sendo desmentida por vários ramos da ciência. A paleontologia é atualmente o principal argumento contra tal teoria.

Observando o documento fóssil, fica claro a existência de uma sucessão hierárquica das formas de vida ao longo do tempo. Quanto mais antigos os estratos fósseis, mais inferiores são as espécies da escala biológica.

Esse aumento da complexidade das formas de vida no decorrer da história é bastante utilizado pelos evolucionístas como uma argumento a favor de suas hipóteses. Coloca-se esses animais em seqüência e tem-se a impressão de que uns descendem dos outros, como se constituíssem um filão genealógico, desde as formas de vida mais simples, até as atuais.

Mas há um problema que não pode ser ignorado: se a evolução de uma ameba, ao longo da história, deu-se de modo a resultar em seres mais complexos até chegarmos à vastidão infindável de organismos que temos hoje, então seria imprescindível que tenham existido milhares de formas de transição dos seres, passando de uma espécie até se tornarem outra, sucessivamente.

No que dependesse de Darwin seria assim. Entretanto, nunca foram encontrados esses animais de transição ¾ os elos perdidos ¾ entre as espécies.

Essa descontinuidade no registro fóssil é tão contundente para o evolucionismo, que o próprio Darwin afirmou que “talvez fosse a objeção mais óbvia e mais séria” à sua teoria. A confirmação da hipótese evolucionista ficou condicionada ao encontro dos elos perdidos. Mas passaram-se dois séculos e ainda continuam perdidos.

Quando vemos o aparecimento de novidades evolutivas, ou seja, o aparecimento de novos grupos de plantas e animais, isso ocorre como um estrondo, isto é abruptamente. Não há evidências de que haja ligações entre esses novos grupos e seus antecessores. Até porque, em alguns casos, esses animais estão separados por grandes intervalos de até mais de 100 milhões de anos.

O Dr. G. Sermont, especialista em genética dos microorganismos, diretor da Escola Internacional de Genética Geral e professor da Universidade de Peruggia e R. Fondi, professor de paleontologia da Universidade de Siena, no livro Dopo Darwin. Critica all’ evoluzionismo, afirmam nesse sentido que: “é se constrangido a reconhecer que os fósseis não dão mostras de fenômeno evolutivo nenhum… Cada vez que se estuda uma categoria qualquer de organismos e se acompanha sua história paleontológica… acaba-se sempre, mais cedo ou mais tarde, por encontrar uma repentina interrupção exatamente no ponto onde ¾ segundo a hipótese evolucionista ¾ deveríamos ter a conexão genealógica com uma cepa progenitora mais primitiva. A partir do momento em que isso acontece, sempre e sistematicamente, este fato não pode ser interpretado como algo secundário, antes deve ser considerado como um fenômeno primordial da natureza.”

O exemplo mais gritante de descontinuidade no registro fóssil é o que encontramos na passagem do Pré-Cambriano (primeira era geológica), para o Cambriano. No primeiro encontramos uma certa variedade de microorganismos: bactérias, algas azuis etc. Já no Cambriano, repentinamente, o que surge é uma infinidade de invertebrados, muito complexos: ouriços-do-mar, crustáceos, medusas, moluscos… Esse fenômeno é tão extraordinário que ficou conhecido como “explosão cambriana”.

Ora, se a evolução fosse uma realidade, o surgimento dessa vasta gama de espécies do Cambriano deveria imprescindivelmente estar precedida de uma série de formas de transição entre os seres unicelulares do Pré-Cambriano e os invertebrados do Cambriano. Nunca foi encontrado nada no registro fóssil. Esse é, aliás, um ponto que nenhum evolucionista ignora.

Outro fato é que os organismos sempre permanecem os mesmos, desde quando surgem, até a sua extinção e quando muito, apresentam variações dentro da própria espécie.

Ainda mesmo que um animal apresentasse características de dois grupos diferentes, não poderia ser tratado como um elo real enquanto os demais estágios intermediários não fossem descobertos.

A riqueza das informações fósseis vem servindo contra os postulados evolucionístas. Várias hipóteses de seqüências evolutivas foram descartadas ou modificadas, por se tratarem de alterações no registro fóssil (tal como a evolução do cavalo na América do Norte).

O próprio pai da paleontologia, o Barão de Couvier, vislumbrou, nessa sucessão hierárquica do dos seres vivos, ao invés de uma evolução, uma confirmação da idéia bíblica da criação sucessiva. As grandes durações da história geológica, que à primeira vista parecem favorecer as especulações dos evolucionístas, fornecem, muito pelo contrário, objeções.

Cabe lembrar que Santo Agostinho, analisando a criação em seis dias no Gênesis, tem o cuidado de não interpretar dia como intervalo de 24 horas. O Santo Doutor interpreta dia como sendo luz, luz dos anjostestemunhando a criação de Deus. Os seis dias falam de uma ordem na criação, e não propriamente de uma medida de tempo.

O mistério dos fósseis vivos.

Outra objeção à filogênese (evolução genealógica) é apresentada pelos fósseis vivos. Qual a razão que levou várias espécies, gêneros e famílias a atravessarem muitos “milhões de anos” (nas contas dos evolucionistas, é claro), sem sofrer o processo evolutivo que os evolucionístas gostariam de encontrar?

O celacanto é um peixe que aparece em estratos de 300 milhões de anos atrás. Conhecem-se fósseis desse peixe até em estratos do começo da era cenozóica, isto é, até 60 milhões de anos atrás. Pensava-se que o celacanto tivesse existido durante esse intervalo de tempo de 240 milhões de anos. Acontece que de 1938 para cá, vários espécimes, vivos e saudáveis, foram pescados no Oceano Índico.

Quer dizer: esse peixe atravessou 300 milhões de anos até nossos dias, enquanto que, de acordo com os evolucionístas, ao longo dessa duração houve evoluções de peixes em anfíbios, anfíbios em répteis, e répteis em mamíferos. (Obs: para o presente estudo, utilizamos a contagem de tempo hipotética dos evolucionistas. Sem que isso signifique uma adesão a esses números que buscam justificar a evolução).

Os foraminíferos e radiolários são seres unicelulares, cujas carapaças são responsáveis por grandes espessuras nas rochas sedimentárias. Os foraminíferos constituem uma das ordens biológicas que aparecem no Pré-Cambriano e que existe até hoje. Vários organismos se extinguiram ao longo do tempo que vai da era paleozóica superior a nossos dias.

Também fato científico estranho à Teoria. Porque esta faz remontar a origem dos animais pluricelulares aos animais unicelulares. Como explicar, então, que os foraminíferos e radiolários não se transformaram em animais pluricelulares, ao longo de tão dilatada história biológica? Grande mistério…

Seleção Natural: mecanismo anti-evolução

Alguém poderia perguntar: e a seleção natural, ocorre? Sim, ocorre. Mas não como Darwin a concebeu. Vejamos o famoso exemplo das mariposas da Inglaterra. Inicialmente elas tinham coloração clara. Acontece que a Revolução Industrial trouxe grande emissão de poluentes e os troncos das árvores ficaram mais escuros. Decorrido algum tempo, as mariposas teriam “evoluído”, tornando-se escuras.

Durante muito tempo, insistia-se que esse fosse um nítido caso de evolução. Mas o advento da genética mendeliana encarregou-se de negá-lo. Sabe-se hoje que, qualquer mudança nas características de uma espécie só ocorre por estar “contida” no seu material genético e a variação dar-se-á nos limites da carga genética dessa espécie, não passando disso. É o que aconteceu com as mariposas inglesas.

Elas eram claras e tornaram-se escuras porque em seu conjunto genético havia uma variação genética para a cor escura. As mariposas continuavam e continuam sendo mariposas. Assim como continuam a nascer mariposas claras.

Não houve, portanto, evolução. Na verdade, a seleção natural ocorre para que os seres permaneçam vivos em um meio ambiente cambiante. E à medida que possibilita a predominância das características mais vantajosas ou superiores em um determinado meio, torna os indivíduos mais parecidos e não mais diferentes. Portanto, não opera, uma diversificação. Ela trabalha como uma força conservadora.

Ademais, se a evolução existisse realmente, a seleção natural se encarregaria de barrar o seu processo, pois os seus mecanismos de atuação são antagônicos. Um ser vivo que desenvolvesse uma característica nova (patas, asas, olhos…) não se beneficiaria enquanto ela não estivesse absolutamente desenvolvida. Ao contrário, seria prejudicial. Por que a seleção natural iria favorecer um animal com um órgão em formação? Essa característica nova, além de não cumprir as funções da estrutura que a deu origem, ainda não desempenha a sua própria função porque ainda está em desenvolvimento.

Assim, pela teoria da evolução houve evoluções de peixes em anfíbios, anfíbios em répteis, e répteis em mamíferos e aves. Ora, um peixe que estivesse desenvolvendo características de anfíbios, patas por exemplo, nem nadaria e nem se locomoveria com destreza porque suas nadadeiras estariam se convertendo em patas. Pois bem, a seleção natural se encarregaria de eliminá-lo, por sua debilidade.

Golpe derradeiro: a genética

Quando ficou patente que a seleção natural por si só era incapaz de explicar o processo evolutivo as mutações foram escolhidas como uma tentativa de salvar a teoria evolucionista.

As mutações constituem a única hipótese potencialmente capaz de gerar uma característica nova. Entretanto, elas não ocorrem para adaptar o organismo ao ambiente e nem há condições de se saber o gene a sofrer mutações. É um processo absolutamente fortuito.

Erros de leitura do DNA – o que é realmente raríssimo – causam as mutações. A mutação só acontece se a alteração no DNA modificar o organismo. Em geral, esses erros não provocam nenhum resultado porque o código genético está engendrado de modo tão formidável, que torna neutras as mutações nocivas. Mas quando geram efeitos, eles são sempre negativos.

Com efeito, não há registro de mutações benéficas e a possibilidade delas existirem é tão reduzida que pode ser descartada. Em seres humanos, existem mais de 6 mil doenças genéticas catalogadas, por exemplo, melanoma maligno, hemofilia, alzheimer, anemia falciforme. Essas doenças – e grande parte das catalogadas – foram localizadas nos genes correspondentes. Assim se todas as mutações que as causaram fossem corrigidas, teríamos uma espécie de homem perfeito. Esse é, aliás, um indício de que esse homem perfeito tenha existido, como é ensinado no Gênesis.

A genética, ao invés de corroborar a hipótese evolucionista, desacreditou-a ainda mais. Atestou a impossibilidade de que um organismo deixe de ser ele mesmo. As famosas experiências do biólogo T. Morgam com a mosca da fruta (geralmente citadas em manuais escolares) elucidam muito bem essa questão: As mutações, em geral, mostram deterioração, desgaste ou desaparecimento geral de certos órgãos; nunca desenvolvem um órgão ou função nova; a maioria provoca alterações em caracteres secundários tais como cor dos olhos e pelos, sendo que, quando provocavam maiores modificações, eram sempre letais; os mutantes que se equiparam à mosca normal, no que diz respeito ao vigor, são uma minoria e, mutantes que tenham sofrido um desenvolvimento realmente valioso na organização normal, em ambientes normais, são desconhecidos.

Darwin fraudou

E se a realidade não colabora, pior para ela, diria Darwin. Os escândalos sobre falsificações foram uma constante na história do evolucionismo. O próprio pai da teoria fraudou. No seu livro “As expressões das emoções no homem e nos animais” foi utilizada uma série de fotografias forjadas a fim de comprovar suas hipóteses.

E ainda recentemente foi descoberto mais um embuste: o archeoraptor. Com uma imaginação bem apurada, muitos aclamavam esse achado como sendo a ligação entre as atuais aves e os dinossauros. Não passava de uma mistura mal-ajambrada de peças de diversos fósseis.

O evolucionismo não é científico!

Estamos diante de um fato insólito na história da ciência. A teoria da evolução, de Darwin a nossos dias, não só não se confirmou, mas se tornou cada vez mais insustentável. Entretanto, ela continua sendo defendida e propalada como verdadeiro dogma. É uma vaca sagrada contra a qual ninguém tem o direito de discordar, apesar de seu inteiro despropósito.

Porque tanta insistência? Haverá por detrás disso uma segunda intenção de seus propugnadores (ou pelo menos de uma parte deles)? Engels dá-nos uma pista numa de suas cartas a Marx: “o Darwin que estou lendo agora é magnífico. A teologia não estava destruída em algumas de suas partes, e agora isso acaba de acontecer”.

Reside nisso toda a questão. Aceita-se o evolucionismo para não se aceitar a Deus. Desde a sua origem, essa teoria esteve impulsionada mais pelo desejo de prover o ateísmo de fundamento científico, do que em encontrar a origem das espécies.

Atribuir ao acaso toda a ordem perfeita e harmônica do universo é um inteiro disparate. O cientista que toma essa atitude joga para trás todos os parâmetros científicos (em nome dos quais ele fala)e lança mão de argumentos filosóficos que a própria ciência já desmentiu.

É impossível admitir o acaso como resposta para um fenômeno tão manifestamente racional como é o finalismo presente na organização do mundo. Mesmo Darwin sabia o quanto eram absurdas as suas formulações, e admitiu a que fins elas serviam: “estou consciente de que me encontro num atoleiro sem a menor esperança de saída. Não posso crer que o mundo, tal como vemos, seja resultado do acaso, e, no entanto, não posso considerar cada coisa separada como desígnio divino.”

Por tudo isso é que a teoria da evolução não pode reclamar para si a denominação de científica. A obstinação e a atitude de seus adeptos demonstram que o evolucionismo consiste em um movimento filosófico e religioso.

É uma concepção do universo para a qual nada mais é estável, tudo está sujeito a um eterno fluir. E mais ainda, tudo quanto há na vida social, desde o direito até a religião, foi fruto da evolução, inclusive a idéia de Deus.

Essa teoria se espalhou para todos os campos do conhecimento, sobretudo nas ciências humanas. E seus resultados foram funestos, não só para a pesquisa, mas também no campo prático, basta lembrar que ela serviu de  fundamento para as mais mortais concepções de  Estado que já existiram: o comunismo e o nazismo.

O evolucionismo funciona como fundamento do relativismo contemporâneo. Fato esse , aliás, o único capaz de explicar o porque de se defendê-lo com tanta contumácia, pois, uma vez derrubado este  bastião, não há nada que justifique a ideologia relativista, nem na ciência e nem no senso comum das pessoas.

Enfim, encerramos mencionando a Quinta Via de Santo Tomás de Aquino, em que o Doutor Angélico lembra que a teleologia (fim inteligente) presente em todo o universo reclama a necessidade de Deus. “Vemos que algumas coisas, como os corpos naturais, carentes de conhecimento, operam em vista de um fim; o que se conclui de operarem sempre ou freqüentemente do mesmo modo, para conseguirem o que é ótimo; donde resulta que chegam ao fim, não pelo acaso, mas pela intenção. Mas, assim como a seta é dirigida pelo arqueiro, os seres sem conhecimento não tendem ao fim sem serem dirigidos por um ente conhecedor e inteligente. Logo, há um ser inteligente, pelo qual todas a coisas naturais se ordenam ao fim, e a que chamamos Deus.”

email

Categoria: Ciência e Fé

Comentários (112)

Trackback URL | Feed RSS de Comentários

  1. Anne Caroline Alves disse:

    Chega a ser engraçado esse texo,Paleontologia faltam evidências? De fato, embora o estudo de fósseis é de suma importância, não é algo linear e pra um organismo fossilizar ele dependerá de muitas circunstâncias, e ao contrario do que esse texto diz foram encontrados sim elos perdidos ou espécies de transição. A genética e a biologia molecular têm contribuido muito com a evolução, na época de Darwin nem se pensava em sequenciamento genético, a evolução está registrada em nossos genes. Quanto ao nazismo de fato, o primo de Darwin Francis Galton chegou a publicar um livro usando de forma antiética e facista, que acabou influenciando o Hitler. Ah e só pra falar Darwin era da Aristrocacia britância e cristão, sua esposa era fervorosa, Darwin apos perder sua filha acabou perdendo um pouco a fé e se dizia agnostico.
    O fato é que não podemos jogar 200 anos de estudo no lixo, cientistas de todos os lugares do mundo estudam e tentam acrescentar novas linhas de pensamentos na teoria da evolução, porque na ciência tudo pode mudar a qualquer momento.
    Charles Robert Darwin foi um cara que pensava a frente de seu tempo e dedicou a sua vida a achar respostas, não sei porque não respeitar tal obra.
    Vamos deixar um pouco as cosmogonias de lado e usar um pouco do nosso lado racional, o grande problema da humanidade é achar que estamos acima da natureza, e esquecer que fazemos parte dela.

  2. EDMILSON disse:

    VIVOS OU MORTOS NADA PODE NOS SEPARAR DE CRISTO

    /

    7. Ninguém dentre nós vive para si mesmo ou morre para si mesmo.
    8. Se estamos vivos, é para o Senhor que VIVEMOS, e se MORREMOS, é para o Senhor que MORREMOS.

    Portanto, vivos ou mortos, pertencemos ao Senhor.
    9. Cristo morreu e ressuscitou para ser o Senhor dos mortos e dos vivos.

    /
    NOTAS: A BÍBLIA É CLARA EM AFIRMAR QUE QUANDO SAMOS BATIZADOS PERTENCEMOS AO CORPO MÍSTICO DE CRISTO POR ISSO NEM MESMO A MORTE NOS SEPARA DESSA UNIÃO.

    /

    POR ISSO A BÍBLIA DIZ:

    Gálatas 3:27
    Para todos quantos fostes batizados em Cristo vos revestistes de Cristo.

    POR ISSO A BÍBLIA AFIRMA QUE QUANDO MORREMOS EM COMUNHÃO COM CRISTO ESTAREMOS EM TEMPO REAL NA IGREJA CELESTIAL.

    A PROVA:

    Hebreus 12:22 Mas chegastes ao monte Sião, e à cidade do Deus vivo, à Jerusalém celestial, e aos muitos milhares de anjos, 12:23 Para a assembléia geral a igreja dos primogênitos, que estão inscritos nos céus, e a Deus, o juiz de todos, e aos ((((ESPIRÍTOS))))dos justos aperfeiçoados;
    /
    18:20 Exulta sobre ela, [tu] CÉU, e [vos] SANTOS apóstolos e profetas;
    /
    AGORA: VEJA A HARMONIA DE PERTENCER AO CORPO DE CRISTO QUE É MAGISTRAL E INTRADUZIVEL.
    POR ISSO SÃO PAULO DIZ EM:

    /

    1 Coríntios 10: 16-17
    Não é o cálice de bênção que abençoamos a comunhão do sangue de Cristo? Não é o pão que partimos a comunhão do corpo de Cristo? Uma vez que há um só pão, nós, embora sendo muitos, formamos um só corpo; porque todos participamos do mesmo pão.
    /
    E CONTINUA…

    1 Coríntios 6: 15-17
    Não sabeis que os vossos corpos são membros de Cristo? Tomarei, pois, os membros de Cristo e torná-los membros de uma prostituta?
    Nunca! Ou não sabeis que o que se une a uma prostituta se torna um só corpo com ela? Pois, como está escrito: ”
    Os dois serão uma só carne.”
    Mas aquele que se une ao Senhor é um espírito com ele.
    /
    NOTAS:
    NOS TORNAMOS UM SÓ ESPÍRITO COM CRISTO
    QUANDO SOMOS BATIZADOS E PARTICIPAMOS DA EUCARISTIA.
    /
    E MAIS A BÍBLIA AFIRMA QUE SOMOS
    Membros da sua família (Rm 8:14-17), Com a vida divina nos concedeu através do Batismo (Jo . 3:3-5).

    //////////
    E MAIS…

    Os apóstolos nos ensinam que pelo Batismo nos tornamos “co-herdeiros de Cristo” (Rm 8:17) e “participantes da natureza divina” (2 Ped. 1:4).

    ////////////////

    E MAIS…

    São Paulo afirma que essa união dos fiéis, provocada pelo Espírito Santo no Batismo, é tão completa que somos realmente membros de um só corpo, o próprio corpo de Cristo (cf. 1 Cor. 12:12-27).

    ///////////////

    POR ISSO NADA PODE NOS SEPARAR DESSA MARAVILHOSA E INFINITA COMUNHÃO:
    1 Coríntios 00:27 Ora, vós sois corpo de Cristo, e cada um de vocês é um parte dela.
    /
    Efésios 5:30 Pois nós somos membros do seu corpo.

    NÓS CATÓLICOS APÓSTOLICOS ROMANOS PERTENCEMOS A IGREJA QUE É O CORPO DE CRISTO.
    /
    PARA FORTALECER ESSAS BEM AVENTURANÇAS SÃO PAULO REFORÇA ISSO EM

    /

    Efésios 1:22Assim ele diz:
    E Ele colocou todas as coisas sujeitou debaixo de seus pés, e deu-o como cabeça sobre todas as coisas para a igreja,

    PARA FORTALECER ISSO VEJA O QUE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO DIZ:
    /
    João 2: 19-22
    Respondeu-lhes Jesus: “Destruí este templo, e em três dias eu o levantarei”. Os judeus, em seguida, disse: “Demorou 46 anos para construir este templo, e tu o levantarás em três dias?” Mas ele falava do TEMPLO do seu CORPO.

    /

    POR ISSO VIVOS OU MORTOS NOS TORNAMOS SANTOS QUANDO NOS TORNAMOS MEMBROS DA IGREJA ISSO É INCONTESTÁVEL:

    /
    VEJA O QUE SÃO PAULO DIZ SOBRE ISSO:

    /////////////////
    Efésios 2: 19-22
    Então você sois estrangeiros e peregrinos já não, mas sois concidadãos dos SANTOS, e sois da família de Deus, edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, o próprio Jesus Cristo sendo a pedra angular, no qual todo edifício , bem ajustado, cresce para TEMPLO SANTO no Senhor,
    /
    POR ISSO CONFESSAMOS OS NOSSOS PECADOS E PARTICIPEMOS DA EUCARISTIA
    POIS A BÍBLIA DIZ:
    1 Coríntios 12:13
    Pois em um só Espírito fomos todos nós batizados em um corpo, quer judeus, quer gregos, quer escravos, quer livres, e todos nós foi dado beber de um só ESPÍRITO.

    /////////////////////////////
    COMO EU ME ORGULHO DE SER CATÓLICO

  3. Maria disse:

    “Um fato certamente de pouca importância – e talvez por isso nunca seja mencionado no Brasil – : a evolução das espécies jamais foi provada cientificamente.” Concordo, como muita coisa na ciência, está aberta para contestação, muita coisa que já foi descoberta, alguns anos depois com a tecnologia são feitas novas descobertas fazendo com que a anterior não seja mais válida.

    “Qual a razão que levou várias espécies, gêneros e famílias a atravessarem muitos “milhões de anos” (nas contas dos evolucionistas, é claro), sem sofrer o processo evolutivo que os evolucionístas gostariam de encontrar?” Foi uma das partes mais ridículas que li. Vai estudar.

    “Também fato científico estranho à Teoria. Porque esta faz remontar a origem dos animais pluricelulares aos animais unicelulares. Como explicar, então, que os foraminíferos e radiolários não se transformaram em animais pluricelulares, ao longo de tão dilatada história biológica? Grande mistério…” Nem entendi a sua linha de raciocínio, você quer dizer então que, como os pluricelulares se originaram de unicelulares, os unicelulares devem deixar de existir? Não estamos falando de Pokemon, os indivíduos não vão simplesmente “evoluir” se transformando em outra coisa diferente e fazendo com que o anterior suma.

    “Ora, um peixe que estivesse desenvolvendo características de anfíbios, patas por exemplo, nem nadaria e nem se locomoveria com destreza porque suas nadadeiras estariam se convertendo em patas. Pois bem, a seleção natural se encarregaria de eliminá-lo, por sua debilidade.” O que os girinos ainda estão fazendo vivos em seus estágios de desenvolvimento precisando nadar e tendo pernas?

    “É uma vaca sagrada contra a qual ninguém tem o direito de discordar, apesar de seu inteiro despropósito. Porque tanta insistência? Haverá por detrás disso uma segunda intenção de seus propugnadores (ou pelo menos de uma parte deles)?” vá estudar ciência, todos que estão na área sabem que na ciência nada é uma verdade absoluta, na teoria da evolução, TEORIA, igual ao criacionismo, uma TEORIA, está cheia de lacunas com perguntas ainda sem resposta, por isso existe pessoas que estudam para responder essas perguntas, é isso que a ciência faz, vai atrás de respostas. Agora me dê então provas de que o criacionismo está certo, pois especulações de que ambas teorias estão erradas já temos bastante, nada é provado mostrando que o outro está errado, mesmo se tudo que você postou aqui estivesse certo, não muda em nada o fato da teoria do criaciosnimo também não ter provas e ter várias falsas especulações.

    Hilária ilustração de Darwin. Mando uma para você: http://astropt.org/blog/wp-content/uploads/2013/07/titanic.jpg

    E convido a todos que visitam, qualquer que seja a opinião, a ver essa primeira parte do filme Zeitgest: https://www.youtube.com/watch?v=NuVwAZAyPfw
    Já que estamos querendo provar erros, acho esse vídeo ótimo para a ocasião.

    • Eduardo disse:

      Cara Maria, abandone esta religião ridícula do “EVOLUCIONISMO ” que nos apresentam disfarçado de Ciência, sem nunca ter sido.

      O Tal do Charles era um Ateu que criou a estória da carochinha para comprovar teses sem prova alguma, e praticou diversas FRAUDES, como ficou provado na matéria. aliás basta estudar a Ciência verdadeira e atual, para perceber que o tal do Charles e suas “teorias ” são os verdadeiro “FÓSSEIS” de ciência, e escolas que se presem ,não devem mais permitir tais ensinos como sendo ciência e sim FICÇÃO, ou Estórias Da Atlantida, ou de homenzinhos verdes em Marte e matérias do tipo.

      O Conhecimento humano já ” evoluiu ” muito com a genética ( que desmente o Charles do começo ao fim ), vamos portanto ser mais maduros e classificar o Charles como fundador de uma nova religião, baseado no achismo

      • Daniel disse:

        O teu etnocentrismo não te deixas pensar com clareza. O que te faz pensar que aquilo que defendes é primordial, único e verdadeiro? Nada te dá o direito, além da livre expressão -a qual possui limites-, de pedir para um terceiro abandonar o que defende apenas por conveniência e para o conforto do teu ego, e este da tua religião.
        Pesquisei bastante sobre o assunto, e, pelo o que conclui, a verdade é que algumas escolas não permitem o ensino do evolucionismo porque este desafia a um manuscrito (a Bíblia).
        Que fique claro; sou católico, estudante e pesquisador. Isso é equilibrado. Apesar da minha religião, não fico por aí tentando convencer outros de que tal trabalho, pesquisa ou, até mesmo, religião está errada por simples desconcordância. Redefina seu caráter, ou, ao menos, não sejas de “visão reta”.

    • lourdes maria disse:

      “Cientista americano demonstra que
      homens e chimpanzés apresentam
      99,4% de semelhança em seu DNA
      e reabre um debate da época de
      Charles Darwin” – Revista Veja

  4. Rogério disse:

    Nunca vi barro virar homem.

    • Rosanny Lima disse:

      Também nunca vi ameba virá homem. Podemos até ter opiniões diferentes, mas tanto a biologia como a religião precisam de fé, para acreditar naquilo q pregam.

      • Jonas disse:

        Meu amigo, onde você fez o ensino médio? Miller e Urey fizeram uma experiência onde comprova a transformação de compostos inorgânicos em compostos orgânicos precursores da vida.

        • Adriano disse:

          Jonas, de “compostos orgânicos precursores da vida” a “organismo vivo” há anos-luz de distância…apenas o experimento deles não provou nada além da conclusão imediata do trabalho: moléculas orgânicas podem se formar a partir de inorgânicas de maneira natural

        • João disse:

          Jonas para acreditarmos nisso teriamos de voltar a acreditar na teoria abiogénica – geração espontânea.

          A centelha de vida não foi mais do que raios UV – descargas elétricas??

          Puf fez-se a vida!

          Porque é que as primeiras células aparecerem necessitamos de 3000 Ma e depois da extinção dos “Dino” apenas precisámos de 65 Ma?

        • Claudio disse:

          Olá Jonas.

          Com todo respeito é comprovado que são necessários pelo menos 20 aminoácidos nas formas de vida conhecidas. Apesar de Miller ter produzido vários tipos de aminoácidos, seu experimento não pode ser considerado uma prova ao seu tempo do surgimento da vida por reações químicas, pois dos 20 aminoácidos necessários para surgimento de uma forma de vida simples, apenas 13 foram então detectados.
          Isso fora o fato de que a experiência de Miller consistiu basicamente em simular as condições da Terra primitiva postuladas por Oparin e Haldane. Para isto criou um sistema fechado, onde inseriu os principais gases atmosféricos, tais como hidrogênio, amônia, metano, além de vapor d’água. Utilizando compostos que poderiam estar presentes na terra em sua formação, gostaria de enfatizar aqui o “poderiam” pois os elementos que ele utilizou foram os que ele propôs que existiriam naquela época.
          Em fim, a Ontologia de Christian Wolff (também metafísico do século XVII) nos diz que toda pesquisa sofre influencia de quem a conduz, mesmo que inconscientemente, Miller pode ter se deixado influenciar em sua pesquisa por sua vontade de provar o conceito biogenésico.
          Cito que essa é apenas minha opinião dada o conhecimento que obtenho no momento, valho-me também de minha crença cristã e não opto por ser agnóstico (como muitos ateus rotulam os cristãos) e sim, sou adepto ao conhecimento.
          Abraço a você e a todos do fórum. Fiquem com Deus.

      • Charles disse:

        Cláro, o barro não viro homem não, ele foi feito com as mesmos componentes químicos da terra e água e outros.
        Agora se voçê quer acreditar que todos os seres vivos existentes são resultado de acúmulo de milhões de mutações cegas,(alterações aleatórias nos genes sem nenhum organizador)seja feliz…
        Não sei se eliminação aleatória dos não adaptados, conforta a ídeia dos complexos bem adaptados terem sido formado aleatoriamente, isso é ciétismo ou fé?

    • jorgekleissoun disse:

      Rogério, tu já VIU algum ser vivo “evoluir”???

  5. Fabrício Basso disse:

    Cara, é um absurdo o que você postou, Darwin teve sua teoria sem nunca menosprezar as idéias contrárias e na minha opinião “mágicas” do criacionismo, apenas provou cientificamente que as coisas não foram bem assim como a igreja “despeja” em cima de nós.
    Sem dúvida, é muito mais plausível acreditarmos no evolucionismo.
    Me explica uma coisa. como Deus fez o mundo em seis dias? detalhe o dia sempre teve 24 horas, se na Biblia não mencionaram a quantidade de horas que cada dia tem, deve ser porque é lógico demais.
    Amigão, se Deus existe, ele é um mágico então.
    É muito fácil fechar os olhos para a Teoria da Evolução, difícil é bater de frente com a igreja e suas mentiras descabidas.
    Cara, não foi Deus quem criou o mundo, aliás, ele ainda está em “criação”, basta olhar para o céu.

    • paty disse:

      Meu querido IGNORANTE ( ignorância é falta de conhecimento ) a bíblia diz sim que para Deus 1 dia é MIL anos. Vai ler a Bíblia pelo menos, para que possar ter um argumento sólido sobre este livro. Afinal, não se pode crítica um livro que nunca leu. A julgando pela miséria opinião alienada e carregada em poucas palavras de uma quantidade enorme de ignorância sei que nunca sequer leste este livro. E a bíblia diz que esconderia o conhecimento dos sábios e dos intelectuais.

      • Rogério disse:

        A bíblia é só um livreto inútil no qual sua fé e ignorância estão baseados. De nada vale para o meio científico e nunca irá valer. Essa é a maior frustração de todo cristão, querer que todos engulam o conto de fadas no qual acreditam.
        Mas o pior é utilizar argumentos do próprio livro escroto em uma discussão científica. “E a bíblia diz que esconderia o conhecimento dos sábios e dos intelectuais. “, isso lá é argumento?

      • Ruben disse:

        Minha querida IGNORANTE (IGNORANTE quer dizer pensar que tem conhecimento sem ter, e dizer que os outros não tem), já li a bíblia (e não me venha dizer que li sem querer entender), e digo que o que diz na bíblia sobre “1 dia para Deus é 1000 anos” é só uma maneira de dizer que a sua divindade supera os tempos, e não que é mesmo 1000 anos (nesse caso você estaria dizendo que o mundo foi criado em 6 mil anos, não é? logo, também estaria errada). Portanto, não consigo encontrar explicação para o fato de a Bíblia dizer que tudo foi criado em 6 dias, já que poderia simplesmente dizer o tempo correto em que tudo aconteceu.
        Apoiando a crítica do Rogério, você não pode usar mitos para argumentar em uma discussão do mundo real. E como isso é uma frustração para vocês religiosos, utilizam argumentos da bíblia como: “E a bíblia diz que esconderia o conhecimento dos sábios e dos intelectuais”.. Coisas que dão a vocês a falsa fé de estarem certos em seus mitos, mesmo sem terem conhecimento.
        Religiosos (em sua maioria) só sabem criticar a ciência e qualquer coisa que contrarie seus mitos. Mas digo uma coisa.. a ciência busca a verdade, o conhecimento verdadeiro.. aquele que você pode dizer: “isso aí é verdade”, ao invés de, como dizem os religiosos: “Eu creio!!”, ou “Essa é minha crença!!”.. RELIGIOSOS DEVEM CRIAR VERGONHA, acham que possuem o conhecimento, e que este é intocável.. e digo mais: se não houvesse pessoas com o pensamento crítico como galileu galilei, o mundo estaria perdido. Pessoas como você não têm conhecimento, tem fé, o que é diferente. Quando se tem conhecimento não se diz “Eu creio”, e sim “Eu sei”. É isso que a ciência procura. Mesmo se a teoria da evolução estivesse toda errada, ela ainda estaria no mesmo nível mitológico que sua religião. Portanto, onde se encontra mais base é na teoria da evolução, e onde encontramos falhas, procuramos mais conhecimento para saber o que houve, ao contrário de vocês com suas “verdades intocáveis”. Não me leve a mal.. sou agnóstico e vejo muitos religiosos falando mal de ciência. Erros em ciência são comuns, mas se você nunca erra, como irá se aperfeiçoar?.. esse é o problema da religião.. pensa que no primeiro chute já tem a verdade.
        A religião só existe até onde a ciência não prova que seus escritos não passam de mitos. Algumas (como o cristianismo) resistem ao tempo por que seus postulados nem ao mesmo podem ser experimentados!

        • Marco Túlio disse:

          Os maiores cientistas desta humanidade, cujas leis ainda permanecem VÁLIDAS, SÃO RELIGIOSOS

          E A PRÓPRIA CIENCIA CONFIRMA A VERACIDADE DA BÍBLIA.

          A FARSA DE DARWIN NÃ VALE PARA OS DIAS DE HOJE, POIS É UMA TEORIA FALHA E QUE É BASEADA EM ANÁLISE COMPORTAMENTAL.

          A HISTÓRIA DE ELOS PERDIDOS DE DARWIN NÃO EXISTE PORQUE NÃO EXISTEM TAIS ELOS PERDIDOS

          Se estude antes de falar besteira, ignorante da religião DARWINISTA. kkkkkkk

    • Adriano disse:

      Bem, Fabrício…

      Se eu e você fôssemos todo-poderosos, seria fácil para nós criarmos o universo inteiro em 6 dias. Quem sabe até menos…

      E quem disse que a teoria de Darwin foi provada? Se souber falar algo de útil, pode responder meus comentários mais abaixo.

      A Igreja fechou os olhos para a teoria da evolução? Sério?

      http://hypescience.com/vaticano-afirma-que-teoria-da-evolucao-e-compativel-com-o-criacionismo/

      E quem te disse que a Igreja está mentindo? Ou será que você consegue provar que Deus não existe? Já que você afirmou uma negação, então prove, adepto do método científico!

      • Ruben disse:

        Isso já era esperado. Se você prestar atenção na história da humanidade, vai descobrir que as religiões (inclusive a sua) sempre foram sujeitas às descobertas da ciência. Vou te dar um exemplo bem básico: a descoberta de que o trovão não era um fenômeno divino, e sim um fenômeno da natureza. Ou a descoberta de que a terra não é o centro do universo. Essas suposições da religião só sobreviveram até onde a ciência não os derrubou.
        De mesma forma ocorre com a religião. Nos países onde há mais falta de conhecimento, tem mais religiosos. No passado, havia muito mais religiões tolas como essa. A religião só existe quando há falta de conhecimento, ou de outra forma, quando simplesmente o indivíduo prefere acreditar com medo de um “inferno” ou “a ira de Deus”, ou mesmo a vinda de uma vida mais “segura em Deus”.
        Portanto, já era esperado que após a chegada de conhecimento suficiente na humanidade, a religião tentasse se conciliar devegar, passo-a-passo com o conhecimento (ou ciência). Essa é só mais uma amostra disso. Veja bem: Toda verdade científica (não me refiro especificamente à teoria da evolução de darwin) passa por três estados. Primeiro, os religiosos dizem que é inconsistente com a bíblia. Segundo, dizem que já tinha sido descoberto.. e terceiro, dizem que sempre acreditaram naquilo. Logo, é razoável supor que a religião, no contexto geral.. irá se render à ciência (ou o conhecimento verdadeiro, aquele que você dia “eu sei” e não “eu creio”).

        • Roberta disse:

          Então quer dizer que quem acredita em Deus e no criacionismo é burro? Sou evangélica, faço 2 faculdades sendo uma delas Ciências Biológicas em uma universidade pública no Rio de Janeiro. Cada assunto estudado, me faz CRER ainda mais em Deus e como Ele é maravilhoso e poderoso. Não venha me xingar, ou me chamar de ignorante ou alienada. Isso que vcs tanto falam é totalmente preconceituoso, visto que moramos em um país democrático e temos que respeitar a opinião e religião de cada pessoa! Se vc não acredita em Deus, não pode vir e falar mal, e chamar de “pessoas sem conhecimento” os que Nele acreditam! Já tenho provas imensas em minha vida, aliás, sou um exemplo vivo de que Deus existe. Queira vc ou não, acredite vc ou não!
          Jesus te ama!

    • João disse:

      O fato de eu não conseguir explicar cientificamente que o Super Homem não existe, não significa que ele exista!

  6. Bianca disse:

    Esse site é tendencioso. E você cometeu todos os erros sobre evolucionismo que a professora disse pra gente tomar cuidado pra não errar na prova. Parabéns tio tonto

  7. Marcos disse:

    Chega a dar vontade de vomitar, texto sem fundamento, claro que a evolução não segue uma lógica e é automaticamente modificada conforme as alterações do meio! Próprio Darwin escreveu isso!!!!
    Como alguem tem tempo para escrever um droga desssas????

  8. Clarissa disse:

    Um dos textos mais ignorantes que já li. Sugiro aos que apoiam os argumentos postos nesse artigo, um estudo (nem necessita ser tão aprofundado) sobre a evolução. Bom seria se todos cursassem ciências biológicas, assim não aconteceria, como aconteceu aqui, o despejo de asneiras tão grandes.

  9. Diones Caeran Bueno disse:

    “Paleontologia: faltam evidências”

    Se você tivesse estudado e buscado um mínimo de informação antes de fazer esse post, você saberia que a fossilização é um processo que precisa de condições muito especiais para ocorrer, como soterramento rápido e completa ausência de oxigênio no local! Logo, você está exigindo demais ao querer que todo os seres vivos fossem fossilizados perfeitamente ao longo do tempo. Felizmente, apesar disso, temos as formas de transições muito bem conservadas de alguns grupos de espécies. Um exemplo é o trilobita, são conhecidos muitos fósseis e as formas de transição entre as ordens que existiram são bastante conhecidas.
    Quanto a explosão Cambriana, ela representou um enigma durante muito tempo na biologia evolutiva. Hoje em dia é sabido, a partir de cálculos matemáticos de genética de populações, que o surgimentos dessas espécies é perfeitamente compatível com as frequências de mutações, deriva genética e seleção natural.
    Aliás, já nesse seu primeiro subtexto você se contradiz totalmente! Se Deus criou o mundo e o homem há 10.000 anos, por que esses fósseis estão lá? Como podem ter existido animais que nunca foram vistos por homem algum? Afirmar a existência de animais que já se extinguiram, é uma prova incontestável de que a fauna e a flora mudam ao longo do tempo, ou seja, que ocorre evolução.

    “O mistério dos fósseis vivos”

    A evolução atua de forma e intensidade diferentes nos grupos de organismos, dependendo do habitat e do nicho ecológico que eles ocupam! E também, a evolução é, em certos aspectos, aleatória! Se num determinado grupo de organismos, que está bem adaptado ao seu meio, não possui nenhum predador natural, e não ocorreu mutação e a deriva genética não atua de forma significativa em sua população, a espécie vai apresentar uma taxa de evolução bastante lenta ao decorrer do tempo em comparação com outros grupos.
    Uma ideia errônea que as pessoas tem sobre a evolução é de que ela caminha para a perfeição. Isso é totalmente errado, a evolução vai adaptar um organismo da melhor forma possível para que ele sobreviva e se reproduza em seu ambiente. Então, a existência de formas de vida unicelulares nos mostram que aqueles indivíduos continuaram bem adaptados e se reproduzindo como unicelulares, sem precisar aderir a moda da pluricelularidade, que é uma avanço evolutivo bastante complicado, e que por isso aconteceu poucas vezes no decorrer da evolução.

    “Seleção natural: mecanismo anti-evolução”

    O caso da mariposa Biston betularia nos mostra que a seleção natural pode alterar a frequência gênica de uma determinada população num intervalo de tempo muito curto. Quando essa ideia é expandida, ela nos mostra que quando um indivíduo possuir uma característica vantajosa adquirida por mutação, a seleção natural favorecerá esse organismo aumentando sua sobrevivência.
    Estruturas complexas como patas e asas surgem por evolução gradual, quando pequenas características são adicionadas, e cada uma delas dá uma vantagem ao organismo, resultando na estrutura final. Por isso, não devemos confundir a função atual de uma estrutura com funções passadas! O anfíbio primitivo Acanthostega foi um dos primeiros tetrápodes a surgir no decorrer da evolução. Seu surgimento se deu quando os continentes estavam se formando e a ocorrência de mares rasos ia aumentando. Se um peixe tivesse uma nadadeira um pouco mais longa ele poderia andar por esses mares rasos, assim dando uma vantagem a essa pata primitiva. Com o decorrer do tempo, essa pata poderia se tornar mais forte e permitir que de vez em quando esse animal pudesse sair da água, e isso seria extremamente vantajoso, pois na terra existia alimento (as plantas e os insetos terrestres já haviam surgido) e poucos competidores.

    “Golpe derradeiro: a genética”

    Sim, a mutação é um fenômeno muito raro, e ela ser benéfica é mais raro ainda. Mas 3,5 bilhões de anos de evolução biológica é um tempo suficientemente grande para que mutações benéficas surjam. As bactérias são seres bem simples, e como elas são muito numerosas, as taxas de mutação numa população ocorrem de modo mais observável! Por exemplo, o uso da penicilina foi uma revolução no tratamento de doenças causados por bactérias! Mas o que está acontecendo? Bactérias se tornaram resistentes a penicilina! Por que isso acontece? Uma mutação numa bactéria ocorreu no gene que produz a proteína-alvo para a penicilina e a alterou, e fez com que a penicilina não pudesse mais interagir com essa proteína. Pronto. Essa bactéria será selecionada de modo positivo pela seleção natural e vai se reproduzir de forma muito mais rápida em uma pessoa que toma penicilina do que suas irmãs que não possuem essa mutação. É uma mutação criando alteração vantajosa e sendo selecionada positivamente pela seleção natural diante de nossos olhos! E isso não é um caso isolado, todos os anos surgem novas linhagens de bactérias resistentes a antibióticos naturais e sintéticos, incluindo a superbactérias de ambientes hospitalares, que por viverem em um ambiente com muitos medicamentos, só foram selecionadas as super resistentes, enquanto as outras perecem.

    “Darwin fraudou”

    Esse é o pior subtexto, pois não contente de ter usado argumentos insólitos para defender suas ideias criacionistas, termina o post mentindo, trazendo informações criadas por sua mente, sem citar nenhuma fonte, apenas para manipular as pessoas ignorantes que vão ler este seu texto.
    O propósito da teria da evolução é tentar explicar como surgiram os seres vivos de uma forma natural, pois na ciência não exite espaço para seres sobrenaturais. A evolução é fato. Quando você afirma que a evolução é inconsistente, pois lhe digo que ela é na sua cabeça, pois ela foi perfeitamente provada em vários experimentos, se você estudar, vai descobrir isso. Além disso, exite uma teoria, que apenas tenta explicar como a evolução ocorre. A a teoria evolucionista de Darwin, mais a genética de Mendel, nos explicam de forma bastante satisfatória como que ela ocorre.

    • Adriano disse:

      RÉPLICA A DIONES CAERAN BUENO

      1 – Diones, o que se coloca nesse post é justamente que a teoria da evolução de Darwin é limitada por um dos pilares que sustentam o método científico: a prova. Como você disse, a formação dos fósseis é algo nem sempre possível, ainda mais quando consideramos seres unicelulares, desprovidos de estruturas mais resistentes à ação ambiental. Então, como provar a existência das formas de transição se não se consegue achar fósseis deles? O que existe são apenas evidências, que sugerem a probabilidade de ter ocorrido tal fato. Mas sem as provas definitivas, a evolução continua sendo uma teoria pouco sustentável.

      Mas isso não impediu essa teoria de ser considerada um dogma inquestionável da Ciência. Certamente isso ocorreu porque é o máximo que se consegue obter a partir do método científico.

      2 – Concordo com você e discordo do post

      3 – Diones, acho que considerar que um órgão em desenvolvimento vai sempre trazer algum benefício é de um otimismo e de uma ingenuidade/má-fé lamentáveis. Oras, tomemos como exemplo o Acanthostega. Uma pata não-desenvolvida completamente atrapalha a natação e não possibilita a locomoção em terra. Dizer que isso foi benéfico entra no campo das “hipóteses convenientes”, quem nem sempre têm nexo.

      4 – concordo que as mutações podem atuar para o bem ou para o mal de um organismo.

      5 – Vou me abster de comentar se Darwin fez ou não essa teoria para derrubar o Cristianismo.

      • Diones Caerean Bueno disse:

        Adriano, todos os organismos que já viveram na Terra não foram fossilizados, mas isso também não significa que foram só meia dúzia de espécies que foram conservadas! Encontramos com bastante frequência seres vivos mais primitivos nos extratos mais antigos de rochas sedimentares e fósseis de seres vivos mais derivados nos extratos mais recentes. Por exemplo, fósseis de dinossáuros são encontrados somente nos extratos que datam do triássico, jurássico e cretáceo, nada antes nem depois disso! Depois do evento KT, encontramos fósseis de mamíferos e também dos descendentes mais derivados dos dinossauros: as aves. No ordoviciano não encontramos fósseis nem de répteis nem anfibios nem aves nem mamíferos, e se encontrarem, a evolução está derrubada, mas isso nunca aconteceu. Isso prova que a evolução ocorre, organismos mais primivos aparecem nos extratos mais antigos, e conforme avançamos no tempo encontramos fósseis mais derivados, e quase sempre é possível determinar quais grupos possuem ancestrais comuns. E alguns grupos possuem suas formas de transição muito bem conservadas, por exemplos, os trilobitas (http://i978.photobucket.com/albums/ae261/Diones_Bueno/trilobitas_zpse60f4513.png) eles são artrópodes marinhos que viveram no cambriano

        E existem provas mecânicas e de modelos baseados na anatomia fóssil que mostram que o Acanthostega, podia se mover com grande eficiencia nos mares raros que estavam se formando no conxto paleogeográfico no Devoniano (período após o ordoviciano, que foi a era dos peixes)

        • João disse:

          Gosto muito do trabalho de Darwin, mas reconheço as falhas que tem. É mais fácil desconstruir uma teoria do que construir um caminho válido. Charles Darwin deu um contributo notável para a ciência.

          Acreditar que ele tinha a preocupação de atacar a igreja é um abuso.

          As limitações do evolucionismo não validam de forma alguma o criacionismo.

    • Marcelo disse:

      Caro Diones, é possível sim que ocorram alterações nas espécies permitindo que as mesmas sofressem alterações anatômicas, mas atribuir isso a evolução é uma tolice. Como animais aquáticos poderiam sobreviver no seu ambiente natural passando por modificações estruturais, os mesmos não seriam eliminados por este ambiente por seleção natural? Como você pode provar que isto era gradualmente,pois se isso acontecesse o mesmo não de adaptaria a este ambiente, ele seria eliminado pela seleção natural. Como vocês evolucionistas dizem que tudo é ao acaso, por que então esta modificação não ocorre nos dias atuais, pois como você a cada segundo passamos por várias modificações climáticas e pelo que eu saiba macaco ainda é macaco, cachorro ainda é cachorro, cavalo ainda é cavalo e baleia ainda é baleia, e os tentilhões de Galápagos são os mesmos e eu ainda sou humano “graças a Deus”. Me mostre nos dias de hoje uma espécie que tenha evoluído, o que aconteceu então para que as espécies não evoluíssem mais?

      • Diones Caeran Bueno disse:

        Meu querido, eu já disse nos DOIS comentários anteriores, as estruturas em transição tinham outras funções, diferentes das funções atuais, e isso assegura que o organismo não seja eliminado pela seleção natural, por favor leia o que eu escrevi sobre o Acanthostega nos comentários anteriores.

        E quando a sua pergunta, sobre a evolução “não estar acontecendo nos dias de hoje”. Essa pergunta seja a ser ridícula. Até um aluno de Ensino Médio saberia responder que a evolução é um precesso EXTREMAMENTE LENTO, o Homo sapiens evoluiu a partir do Homo erectus a cerca de 200.000 anos atrás, sendo que nosso comportamento moderno só foi surgir a 50.000 anos atrás, esse tempo, na escala evolutiva, é EXTREMAMENTE CURTO, não é suficiente para observar alterações evolutivas significativas ocorrendo nos mamíferos que você mencionou. Porém, como eu citei nos comentários anteriores, ela é possível ser observada em organismos mais simples, que possuem uma taxa de mutação mais elevada, como as bactérias, por favor leia meu texto anterior.

        • paty disse:

          Me explica então como um cientistas na Discovery disse : Nossa teoria é que as coisas surgiram de uma matéria inanimada e se torno uma matéria “animada” , só não sabemos como provar….
          Meu… se o cara que é formado não sabe… explica tu.. Marcelo

        • Adriano disse:

          Depois de tempos sem visitar essa página, é bom ver comentários novos…

          Então vamos lá! :)

          DIONES CAEREAN BUENO

          Diones, é bom que concordemos que o registro fóssil nem sempre consegue revelar toda uma pretensa linhagem evolutiva, devido ao fato de muitos organismos não possuírem estruturas fossilizáveis. Mas o que eu questiono é o seguinte: a ciência sempre se gabou de fundamentar suas teorias em provas concretas. Mas novamente reafirmo mais uma vez de novo que não há como garantir que organismos “parecidos” e ao mesmo tempo “diferentes” são de fato partes de uma sequência de evoluções.
          Isso graças às lacunas entre eles.

          Os que defendem a evolução atéia afirmam que a casualmente surgiram estruturas complexas a partir das simples. Mas quando vão ordenar os organismos em uma possível sequência, acabam, graças às lacunas, aproximando organismos muitas vezes bem diferentes entre si, no que diz respeito ao grau de desenvolvimento de alguma estrutura. E então se vêem obrigados a afirmar que uma estrutura bem primitiva originou uma estrutura bem derivada. Isso porque não conseguiram achar uma forma intermediária entre eles. E então surge o problema: COMO PODE, DE MODO CASUAL, TER HAVIDO MUDANÇA TÃO RADICAL?

          Então, alguém como você poderia responder: MAS PASSARAM MILHÕES DE ANOS ATÉ QUE SURGISSE A ESTRUTURA DESENVOLVIDA, E NESSE MEIO-TEMPO DEVEM TER SIRGIDO E DESAPARECIDO VÁRIAS FORMAS INTERMEDIÁRIAS.

          Ou então, que ACONTECEU, DE MODO RADICAL, E PRONTO!

          No primeiro caso, eu replicaria: E ONDE ESTÃO TODAS ELAS? ME MOSTRE! AFINAL, O ÔNUS DA PROVA CABE AO CIENTISTA, QUE APENAS TRABALHA COM PROVAS. E então, por falta de provas, o cientista sem querer praticou uma anti-ciência, quando afirmou como verdade absoluta algo que ele não conseguiu provar irrefutavelmente.

          Caso alguém como você respondesse que tão radical mudança ocorreu de maneira completamente casual, eu iria crer que você tem uma fé em milagres maior que a de muitos teístas…

          PARECER não é SER. INDÍCIO não é PROVA (políticos brasileiros que o digam). O encontro de fósseis com complexidade diretamente proporcional ao tempo SUGERE existir um processo de evolução. Mas sem os fósseis intermediários a teoria continua no SUGERE.

          Quanto ao Acanthostega, ele era perfeitamente adaptado ao ambiente, os membros dele nem podem ser considerados como forma de transição, dada a perfeição com que ele desempenhava seu nicho.

          Sabe Diones, eu até concordo com a evolução. Sou biólogo e estudei bem a evolução. Creio que você percebeu que não escrevo besteira grande. Mas não acredito em estruturas benéficas surgindo aleatoriamente e tantas vezes durante a história evolutiva. Creio no chamado DESIGN INTELIGENTE.

          E peço seu perdão ao Marcelo pelo comentário sobre a “evolução nos dias de hoje”…

  10. Jefferson Figueiredo disse:

    Desculpe apontar tua ignorância, pois este é o termo. Sou ateu e respeito os crentes, apesar de parte dos crentes (uso o termo em lato senso, para quem crê em Deus), em grande número, atacarem aqueles que não creem. Lobos não pularam na água; anfíbios foram o entre-meio entre os “peixes” e os “lobos”; “peixes” não perdem o pulmão, ganham-no.

    Outros pontos que eu gostaria de tocar:

    1) dê-me fósseis de amebas, sendo eles seres unicelulares, e de outras tantas espécies e esqueça que há fatores externos que às vezes impedem a conservação destes – busque como se faz a cremação de corpos – e também esqueça que há muita coisa que ainda não foi descoberta, logo desconhecidas;

    2) sobre os fósseis vivos, mostras mais uma vez a tua ignorância, dado que não sabes que nem todas as espécies evoluem da mesma forma, além, principalmente, do fato de que elas evoluem conforme a demanda do meio etc. (espera-se que alguém disposto a criticar a Evolução conheça o sistema); logo, não havendo predadores ao celacanto e havendo as características necessárias deste para sobreviver no seu meio, é óbvio que ele persistirá a existir – o que não excluí a possibilidade de que parte da espécie, fora do meio, possa ter evoluído, ou pior, perecido;

    3)sobre o golpe, a evolução aponta que as mutações – raras, claro, mas numa cadeia de milênios são consideravéis dado o espaço de tempo – só farão uma espécia “mutante” sobreviver se está mutação lhe for benéfica – creio que teus exemplos não são benéficos aos seres humanos, muitos deles inclusive impedem (não geneticamente, mas com fatores externos, tais como os sociais) que estes indivíduos deixem descendentes;

    *prove-me cientificamente (lembro-te que a bíblia não é um livro deste tipo)a existência do homem “perfeito”, depois conversaremos sobre o tópico;

    4) último ponto, teu último argumento é exatamente o tipo de ação que tens feito ao escrever isto, tentas apontar a não-verdade da Evolução para manter um ideia retrógrada e não apontas, de fato, um motivo para o ataque; não vou te pedir a origem das palavras citadas por Darwim, tenho certeza de que não existem ou são dúbias; sobre a influência nas Ciências Humanas – que por serem humanas são falhas, por isso não são exatas -, não nego as más interpretações, no caso do nazismo; contúdo te lembro que, efetivamente, nunca houve comunismo – a influência, aqui, do Darwin não passa da ideia de evolução do ser humano, que seria, no caso, social -, se conhecesse melhor a teoria de Marx e outros, sei que não conhece, saberia que há uma etapa intermediária, o socialismo, sendo ela o único ponto da teoria a que se chegou, mesmo naqueles estados que se autodenominam comunistas (sempre fiquei curioso no ódio da maioria dos religiosos em relação ao comunismo, pois este, assim como a maioria das religiões prega, quer o melhor para a humanidade, usando outros caminhos, o social, para tal objetivo).

    Recomendo a leitura da Evolução das Espécies, seria uma boa ideia lê-lo antes de atacá-lo com os teus “argumentos” científicos; também gostaria que me apontasse o quão científica é a bíblia e S. Agostinho (chamá-lo de doutor da igreja não o leva a ser, de fato, doutor; doutor é alguém que tem o domínio de alguma área, quer com titulação quer sem).

  11. Excelente artigo. É muito bom que hajam exposições claras e objetivas como essa, que desmentem o evolucionismo. Não que seja importante para os crentes, que já sabemos de todas essas coisas sem a necessidade de qualquer comprovação. Mas para as pessoas que não sabem bem no que acreditar e que se sentem inclinadas às mirabolantes teorias científicas.

    Parabéns e sucesso!

  12. Lucas Miguel disse:

    O autor deste post lançou um olhar inteligente sobre o evolucionismo,e se tornou criacionista,mas quando ele lançar um olhar inteligente sobre a biblia cristã(especialmente ao velho testamento),então ele voltará a ser evolucionista.

    • charles95 disse:

      Porque a história da criação da bíblia cristã é fantasiosa, vamos acreditar que lobos pulam na água e vira baleia, peixes perdem branquia e ganham pulmões, DNA e RNA se forma sosinhos!?? crer mutações genéticas aleatórias por milhões de anos criou seres tã complexos….ai tem que ter fé tb.

    • Marco Túlio disse:

      sou formado em fisica bacharelado pela UFMG e curso engenharia

      A bíblia é CIENTIFICAMENTE VERDADEIRA. Após séculos de escavações na área do oriente médio, hoje temos MUITÍSSIMAS EVIDÊNCIAS da veracidade da bíblia, junto com a ajuda de pesquisadores de várias áreas.

      Levaram todas as escrituras, papiros e pergaminhos achados por lá, e outros objetos, os CIENTISTAS reproduziram isso novamente e bate EXATAMENTE COM QUE A BÍBLIA DIZ

      O consenso GERAL DOS CIENTISTAS HOJE SOBRE A EXISTÊNCIA DE JESUS CRISTO NA TERRA É PRATICAMENTE 100%, devido ás EVIDENCIAS que temos, pois temos EVIDENCIAS PALPÁVEIS E FÍSICAS

      Já os ateus e evolucionistas só possuem ACHISMO BASEADO NO COMPORTAMENTO DE ESPECIES, e não EVIDENCIAS DE FATO. E tal farsa de Darwin não explica vários casos que temos hoje com seres humanos dotados e outros animais também.

      Como a própria CIÊNCIA confirma a existência de Jesus Cristo, logo todos os ARGUMENTOS EVOLUCIONISTAS/DARWINISTAS VÃO POR ÁGUA ABAIXO.

      – desmascarada a farsa do homem de neandertal
      – desmascarada a farsa dos peixes com pés
      – desmascarada a farsa do homem Chine e do home de Pitldown(não sei como se escreve isto)
      – desmascarada a farsa de existência de ET
      – desmascarada a farsa do HOMEM DAS CAVERNAS DE MILHÕES DE ANOS ATRÁS
      – desmascarada a farsa dos grandes répteis sendo os dinossauros
      – desmascarada a farsa dos elos perdidos de Darwin

      e etc

  13. Luiz Mafra disse:

    É realmente mais fácil provar que deus existe, eu vi ele ontem criando um novo ser bem na minha frente, era o imbecilis ignorantus…

    • Marco Túlio disse:

      ateu é assim mesmo. Enquanto nós os criacionistas respondemos com ARGUMENTOS CIENTÍFICOS, vocês respondem com o ARGUMENTO SILENCIOSO, BASEADO NA IGNORÂNCIA

      Por isso que ninguém leva ateu a sério, pois representa uma minoria da população mundial e brasileira que nem faz cócegas na gente e tentam impor a ciência como a dona da verdade

      Sendo que a teoria do big bang e o darwinismo se DIVERGEM EM MUITÍSSIMAS COISAS.

  14. Diogo Rafael disse:

    eu vejo a vida como uma computador, isso mesmo um computador.
    veja o exemplo, seu computador é feito de plásticos, metais, componentes, ou seja
    > A MATÉRIA.
    mas para ele se mover você precisa de eletricidade, ou seja
    > a energia.
    os físicos e os teóricos afirmam que a matéria e energia foram criados no Big bang.
    se o Big Bang é a fabrica e a usina de energia, quem diabos fez o SOFTWARE?
    DNA É INFORMAÇÃO, e INFORMAÇÃO tem que ser CRIADA e REPASSADA.
    como posso eu acreditar que um computador pode sozinho só com matéria e energia criar sozinho seu Windows ou Linux, é necessário um programador.
    eu acredito no programador. trabalho com informatica a 10 anos, e tenho certeza absoluta que não se cria nada sem inteligencia .

    • Lucas Miguel disse:

      Se perguntar da onde veio o big bang, é o mesmo que se perguntar da onde veio deus,essa questão não ajuda em nada para ambas as partes.

      • charles95 disse:

        Deus é as leís da natureza , ele é a causas das acusas e não uma criatura física. nada físico pode ser eterno

      • Marco Túlio disse:

        amiguinho ateu, a questão é que o big bang é apenas uma TEORIA JOGADA SEM NENHUMA COMPROVAÇÃO OU EVIDÊNCIA

        a BIBLIA FOI UM FATO HISTÓRICO TESTEMUNHADO E COMPROVADO, E TEMOS EVIDENCIAS EM MUSEUS, BIBLIOTECAS E IGREJAS

        JÁ VCS NÃO TEM NADA; HAHAHAHAHAH

  15. charles95 disse:

    Um monte de fosseis manipulados e falsificados que trazem provas de que se trata de um soterramento rápido, e não por milhões de anos. Se uma coluna geológica tem milhões de anos, como é que esses animais depois de mortos ficaram tanto tempo assim até virarem fosseis, sendo que demora milhões de anos para uma coluna geológica se forma.existem fósseis de samambaias, tartaruga fazendo sexo, peixe devorando outro peixe, réptil marinho dando aluz, quanto tempo demora para um réptil marinho dar a luz? não sei, mas não deve ter dorado milhõoes de anos! esses fosseis e uma das maiores evidencias de uma inundação na terra, quando veio a água os animais de maior porte e mais desenvolvidos puderam fugir para níveis mais elevados. Isso pode explicar algumas seqüências de avançamento que constatamos em animais fósseis.Surgem também questões sobre por que, até hoje, exemplos convincentes de homens fósseis encontram-se somente próximos ao próprio topo da coluna geológica. As explicações incluem: antes da unundação, os seres humanos e os mamíferos habitavam somente regiões mais altas e mais frias.
    Durante a inundação, seres humanos inteligentes fugiram para as regiões mais altas.
    Não existe provas da evolução, cade a prova de que a vida surge espontaneamente,cade a prova de que o DNA se transforma por seleção natural, ea prova que a célula do ser humano já foi mais simples do que já é, sendo que a célula é complexa. Me expliquem a evolução da girafa.
    O maior problema de tudo isso ‘e que vão milhões e milhões de dólares do governo só para inventarem mais “desculpas” para justificar a evolução. E a ciência que se dane… A humanidade que se dane, o cérebro que se dane. Tudo que se dane. Vamos idolatrar Darwin e os santos ancestrais macacos, afinal o universo é só um mero fruto do acaso e somos aglomerados de átomos. Ate a minha bunda pensa melhor que um evolucionista

    • Ícaro Monteiro disse:

      Olá Charles95. Sou evolucionista, e acho que posso pensar um pouquinho melhor do que
      Não estou aqui para julgar sua opinião (quem sou eu para fazer isso?). Mas as questões que vc levantou são facilmente respondidas tanto na lógica criacionista quanto na evolucionista. Não vou ficar respondendo aqui pois as respostas já estão na internet. Indico a Wikipedia, procure por “evolução”, o artigo está muito bem escrito, em linguagem fácil e, principalmente, neutra abordando tanto os pontos fortes quanto as questões mais duvidosas, que ainda carecem de respostas mais precisas dos evolucionistas.
      Digo isto porque percebi que vc não comprende bem a teoria da evolução (desculpe a sinceridade), principalmente quando usou as expressões “santos ancestrais macacos”, “somos fruto do acaso” e algumas outras. Eu também não conheço a fundo as teorias criacionistas (conheço minimamente as principais, a Bíblica, islâmica, hindu, grega e egípcia), por isso não me arrisco a criticá-las tão pesadamente.
      Tenha em vista uma coisa: a teoria da evolução NÃO é uma desculpa. Ela se mantém unicamente porque até o momento é a única teoria científica (isto é, que independe de fenômenos sobrenaturais e que não faz apologia a nenhuma divindade) que explica a diversidade biológica do planeta hoje e no passado. Não é a única explicação, mas é a que mais se encaixa dentro da ciência. Teorias muitos mais “enraizadas” no meio científico do que a teoria da evolução já foram abandonadas quando outra teoria mais consistente é elaborada (veja os casos da substituição da teoria da gravidade de Newton pela de Einstein, ou quando a ciência abandonou a teoria da geração expontânea, entre outras).
      Tenha certeza de que se outra teoria mais consistente surgir, a ciência será a primeira a reconhecê-la.
      Abraços

      • charles95 disse:

        O evolucionismo acredita que a vida se formou espontaneamente, sendo que isso nunca foi provado! E ainda por cima fica criando dogmas de como era a atmosfera da terra só para favorecer a essa teoria. Urey Miller tentou provar que a vida se forma espontaneamente, simulando a atmosfera redutiva e mesmo assim ele não conseguiu criar vida! a vida não veio ao acaso pelo simples fato do fracasso decorrido, por não conseguir criar a vida simples através de junções de elementos inanimados, aliás ele conseguiu obter como resultado aminoácidos fundamentais, mas não criou a vida.
        Conclusão, se uma mente inteligente foi capaz de criar tudo isso e não obter uma vida simples, como espera que o acaso faça isso?!
        E um absurdo dizer que o DNA com toda a quela estrutura seja fruto do acaso! È especulação demais! O ACASO produz informações de no máximo 500 bits. A sintetização de uma única proteína funcional requer muito mais informação do que esta; logo, a lógica diz que o acaso não poderia sintetizar uma única proteína funcional. Muitos cientistas estão convencidos de que um código tão complexo e uma química tão intrincada nunca poderiam ter vindo a existir por química pura e sem direção. Não importa como as substâncias químicas são misturadas, elas não criam espirais de DNA ou qualquer outro código inteligente. Apenas DNA reproduz DNA. O evoluçionismo é uma desculpa sim, em queres explicar a origem da vida sem um criador, isso pra mim é um absurdo ex: se cachorro pula na água para virar baleia então porque um peixe que já vive na água vai se transformar para viver na terra? Não existiria uma mente inteligênte controlando tudo? Não dizemos que Deus é um velhinho barbudo que fica la nas nuvens com uma varinha mágica, Mas Deus é a causa das causas, tudo é causa de Deus nada por si só. O criacionismo que eu creio é o criacionismo ciêntifico o da bíblia é apenas simbólico.

        • Johnnes disse:

          charles95, É impossível dizer que um ser mágico e invisível que apareceu do nada, por um acaso, pegou um pouco de barro, criou um homem, e depois pegou a costela do homem, fez uma mulher, daí porque a mulher deu ouvidos a uma cobra falante, o mal começou no mundo, e que por causa disso, esse ser mágico mandou um homem colocar milhões de animais numa arca e matar toda a humanidade, até mesmo bebês e crianças inocentes.

          A nossa vida continua sendo um nada, já que para você, virgens podem ficar grávidas, filhos são seus próprios pais, ficamos três dias dentro da barriga de peixes, conversamos com jumentas, cangurus (que só vivem na Austrália), pinguins (que só vivem no Polo Sul), podem sair nadando ou voando pelo mar até chegar no Oriente Médio e entrar numa arca com outros milhões de animais dentro, etc, morcegos são aves, dragão de sete cabeças vão aparecer, etc! É preciso ter muito mais fé ainda para acreditar que falamos com jumentas, que uma mulher, uma fruta proibida, e uma cobra falante são os responsáveis por tudo de ruim que acontece no mundo, e que é possível fazer seres humanos com barro e costela!

          E oh, claro! Nosso DNA é tão perfeito, que existem diversos tipos de doenças no mesmo! Síndrome de down, síndrome de turner, etc, não deveriam existir, já que o nosso DNA é tão perfeito assim, e seu amigo imaginário não é capaz de curar essas doenças citadas, nem amputados, e nem de acabar com a fome na África, mas é capaz de te dar um carro novo que você mesmo paga depois de ter se matado de trabalhar, um tablet caro, (se é que ele existe mesmo)etc. Daí já sei, vai dizer que é seu inimigo imaginário o responsável por tudo de ruim!

          Se seu deus é capaz de criar um DNA tão perfeito, peça para que ele cure as doenças genéticas desse mesmo DNA tão perfeito, já que como vocês dizem, ‘não há impossível para deus’.

      • carlos disse:

        Icaro Monteiro,visite o link abaixo e tire suas proprias conclusoes

        http://www.origemedestino.org.br/blog/johannesjanzen/?post=40

  16. Ícaro Monteiro disse:

    Não entendi este post neste blog, que pelo que vejo, é de cunho católico.
    Sou biólogo, cristão (embora não adepto a nenhuma denominação) e estudo religião como roby e parte de minhas pesquisas sobre origem da vida e astrobiologia. Pelo que sei, a Igreja Católica NÃO vê oposição entre a Teoria da Evolução e a Fé. Isto está registrado em uma Encíclica Papal, a “Humani Generis” de Pio XII em 1950, e depois corroborado em discurso do saudoso João Paulo II, em 1996, onde ele diz:
    “Em sua encíclica ‘Humani Generis’, meu predecessor Pio 12 já afirmava
    que não há conflito entre a evolução e a doutrina da fé a respeito do
    homem e de sua vocação, desde que não percamos de vista alguns
    pontos fixos (…) Hoje, mais de um século e meio meio século depois do aparecimento daquela encíclica, algumas novas descobertas nos levam
    a reconhecer que a evolução é mais do que uma hipótese. De fato, é
    notável que essa teoria tenha tido uma influência cada vez maior sobre
    o espírito dos pesquisadores, seguindo uma série de descobertas em
    diferentes disciplinas acadêmicas. A convergência dos resultados desses
    estudos independentes — que não foi nem planejada nem ativamente procurada — constitui, em si mesma, um argumento significativo em
    favor da teoria.”
    Vc tem conhecimento disso?
    O seu blog é dissidente das resoluções da Santa Sé em relação a este assunto?
    Só curiosidade mesmo.

  17. Alina Egg disse:

    ó sim, por que o homem vir do barro e a mulher da costela também faz muito sentido neh? Eu não acredito no criacionismo, mas acredito em Deus!

    • charles disse:

      barro, costela..isso é uma poema simbólico. criacionismo científico é muinto autentico estude sobre o deseigner inteligente,teroria Hidroplaca.

  18. anita disse:

    isso é só um monte de blá blá blá

  19. Francisco Machado disse:

    Amigos, essa atitude tomada por uma boa parte (não é unanimidade) dos dirigentes norte americanos de banir o estudo do evolucionismo do currículo escolar das escolas dos EUA, é abominável. Afinal, que direito tem esses senhores da verdade de decidir o que é melhor para um povo, privando-os do debate entre duas correntes de pensamento, suprimindo uma delas e deixando apenas a que mais lhes convém? Do que eles tem medo? Que alguém possa preencher as lacunas que existem na teoria do evolucionismo? Não se esqueçam: na fé religiosa, o seguidor deve apenas crer – não há lugar para dúvidas ou questionamentos. Não existe teoria, apenas a verdade absoluta. O crente é apenas um autômato – segue fielmente o que foi ensinado, sem contestar. Resumindo: fácil de se manipular e sugestionar.
    Aproveitando o ensejo, não devemos nos esquecer que a filosofia foi banida do currículo oficial do ensino brasileiro, pela ditadura militar. Por quê? Simplesmente porque a filosofia ensina o aluno a pensar, a questionar, a duvidar e a procurar repostas e incomodar àqueles a quem isso não convém.

    Um grande abraço a todos.

    • mari disse:

      Não se deve excluir do currículos o ensino do darwinismo, apesar de eu não concordar é uma teoria interessantíssima que por mais que negue a existência de Deus, acaba provando que Ele existe. Adoro debater sobre ela!!!
      todos temos o direito de estudar o que quisermos e formar nossa própria opinião!!!

      • Bielzinho disse:

        tbm acho

      • Bielzinho disse:

        Acredito no criacionismo, porquê na “teoria”, fala que Deus é onipotente, todo poderoso e pode tudo. E vcs já pensaram na “teoria” do criacionismo mostra como surgiu, quem criou e tudo, mas já pensaram como surgiu o macaco? Que é o primeiro antecedente do ser humano, ou que animal “evoluiu” até se formar o macaco a teoria de Darwin está muito mal feita. Pensem um pouco.

    • carlos disse:

      palavras sabias,creio que o ser humano deva buscar o conhecimento,ponderar todos os lados e enriquecer a si proprios,afinal,se como individuos somos unicos,nossas verdades dezem respeito apenas a nos mesmos.

    • marco gaspar disse:

      ao criticares isso e na liberdade de pensamento há oportunidade para todos exporem as suas ideias, tens de criticar também aqueles que querem banir o criacionismo, (não são só cristãos que o defendem), a teria do design inteligente, (não são só cristãos que o defendem), e pretendem que se ensine só o evolucionismo. são apenas teorias, umas mais plausíveis que outras. se são apenas teorias, algumas muito longe de serem provadas, então porque se ensinam como se fossem verdade absoluta. porque não colocam todas as teorias em pé de igualdade afirmando que são apenas teorias e com muita honestidade colocam os pontos fracos e forte de cada uma. uma coisa é certa a ciência jamais provará a existência de Deus. porquê? porque Deus existe para além da criação e a ciência limita-se a estudar a criação não o criador. imaginemos uma casa que foi desenhada e projectada pelo arquiteto. jamais encontrarei o arquiteto dentro dela, mas nela encontro sinais do mesmo, jamais acreditarei que ela se formou sozinha, mas a casa é casa e não o arquiteto.

      por outro lado a teoria da evolução é contraditória em si mesma. vejamos a teoria pressupõe que os seres vivos adaptam-se para sobrevivência e reprodução. ou seja o objectivo último de cada espécie é a sobrevivência pela adaptação ao ambiente em que vive, ou seja o conceito de verdade qualquer que ele seja é excluído. o evolucionismo exclui o conceito de verdade para que haja evolução, não é preciso a verdade para evoluir, assim sendo como podemos definir se Deus existe ou não existe se no processo evolutivo isso não é importante – vejamos:Se as nossas capacidades cognitivas não foram adaptadas para procurar a verdade mas sim para permitir a sobrevivência e reprodução, como podemos considerar que elas nos possam fornecer uma realidade objectiva? Falsas percepções sobre o meio envolvente podem
      oferecer muitas vantagens para a sobrevivência de uma
      espécie. Porque damos como garantido que o nosso
      cérebro, evoluindo pelos processos do acaso e da
      necessidade e orientado apenas para a sobrevivência e
      reprodução, possa ser uma ferramenta útil para “conhecer
      a verdade do Universo”? Se o evolucionismo nos lança na incerteza de raciocinarmos correctamente sobre o que o mundo exterior realmente é, como é possível partir do evolucionismo para ter a certeza que Deus não existe? O evolucionismo nunca poderá ser usado correctamente para defender a inexistência de Deus.
      o pensamento de Darwin: «Comigo, sempre surge a horrível dúvida se as convicções da mente do homem, as quais têm sido desenvolvidas da mente de animais inferiores, são de qualquer valor ou confiança. Poderia qualquer um confiar nas convicções da mente de um macaco, se houvesse convicção em tal mente?»
      In, Francis Darwin, The life and Letters of Charles Darwin

      assim o pensamento evolutivo só será correcto se colocarmos Deus no centro, como autor da vida, pois se Deus não existir, como sabemos se o próprio processo evolutivo é verdadeiro?

  20. Aos evolucionistas de plantão,

    vocês nos chamam de “cegos” por não crermos na estapafúrdia e mentirosa teoria da evolução, feita por ateus naturalistas que somente queriam provar a origem da vida sem relacioná-la a existência de Deus, e para isso repetiram tanto esta farsa que ela passou a ser verdade inquestionável para a sociedade decaída, como se fosse dois mais dois igual a quatro!

    Porém, vejamos o que os doutos interlocutores, homens dos séculos das luzes, nos dirão a respeito disso que será colocado agora:

    01) Primeiro, existe um livro de um cientista chamado Dr. Michael Behe onde é explanada sua descrença com relação a teoria da evolução. Seu livro, que já tem 15 anos, cresce em popularidade a cada dia, ganhando mais e mais seguidores dentro do meio acadêmico (ver item dois abaixo). Sim, prezados inimigos, não são apenas os fanáticos, cegos e medievais católicos quem o dizem: também existem ateus, agnósticos, pessoas sem religião especialistas em alguma área da ciência quem o dizem!

    No caso de Behe mesmo ele não sendo um criacionista afirma que as “máquinas biológicas” dos seres humanos têm que ter sido planejadas – seja por Deus ou por alguma outra inteligência superior. Vejam:

    http://pt.wikipedia.org/wiki/A_Caixa-Preta_de_Darwin

    E também aqui:

    http://pos-darwinista.blogspot.com.br/2012/10/a-caixa-preta-de-darwin-design.html

    Inclusive este segundo link que indico pertence ao cientista campineiro Dr. Enézio Filho. Em sua apresentação que encontramos na página inicial de seu blog lemos o seguinte:

    “(…) Por que sou ‘pós-darwinista’? Porque já fui evolucionista de carteirinha. Hoje, sou cético da teoria macroevolutiva como verdade científica. Contudo, meu ceticismo ao ‘dogma central’ darwinista não é baseado em relatos da criação de textos sagrados. Foi a séria e conflituosa consideração do debate que ocorre intramuros e nas publicações científicas há muitos anos sobre a insuficiência epistêmica da teoria geral da evolução. Eu fui ateu marxista-leninista. Hoje, não tenho mais fé cega no ateísmo. Não creio mais na interpretação literal dos dogmas de Darwin aceitos ‘a priori’ e defendidos ideologicamente com unhas e dentes pela Nomenklatura científica. A Ciência me deu esta convicção. APRENDI NA UNIVERSIDADE: quando uma teoria científica não é apoiada pelas evidências, ela deve ser revista ou simplesmente DESCARTADA. Sou pós-darwinista me antecipando à iminente e eminente ruptura paradigmática em biologia evolutiva. Chegou a hora de dizer adeus a Darwin”.

    Nossa, como é cego este Dr. Enésio, não? E este Dr. Michael Behe, como é cego, hein?

    02) Já a algum tempo cientistas criaram uma associação para reunir doutores do mundo todo que rejeitam em absoluto a teoria da evolução, tachando-a de anti-cientifica. Tão horrorizados ficaram estes cientistas ao analisarem as “provas” de tal teoria e a forma como ela está enraizada na mente das pessoas como se fosse verdade inquestionável que desejam a todo custo passar um recado ao mundo: pelo amor de Deus, esta teoria é uma farsa, não existe nada de verdadeiro nela!

    Ah, e não são eles católicos medievais cegos e fanáticos que não desejam enxergar a verdade a partir da observação da “ilha de Galápagos”, mas sim cientistas renomados das maiores universidades e institutos de pesquisa estado-unidense, europeus e asiáticos. Vejam o link e comprovem com seus próprios olhos criados por Deus e que certamente não vieram de peixes:

    http://www.dissentfromdarwin.org/index.php

    Entrem no site dos cientistas e vejam lá tudo o que eles dizem, vejam a lista com os nomes deles e onde trabalham, vejam os argumentos deles contra a falsa teoria de Darwin. São argumentos científicos, e não religiosos. E são quase 500 cientistas de todo mundo!!! 500!!! Vou repetir mais uma vez: 500!!! E não são católicos!

    Mas que cegueira coletiva está dando na ciência, não? Será que estes cientistas estão precisando vir ao Brasil tomar aulas sobre Galápagos com vocês, seus palpiteiros de plantão que só repetem o que a mídia atéia diz sem estudar e nem se aprofundar em nada? Passam a vida na frente da televisão e querem falar de evolucionismo com ares de doutores!

    03) Terceiro: esta é quase fresca: há pouco tempo pesquisadores evolucionistas encontraram oito dentes em Israel debaixo de uma camada de terra com características de dentes humanos. Ocorre que tais dentes foram datados com mais de 200 mil anos, podendo chegar a 400 mil. Vejam a notícia publicada no The American Journal of Physical Anthropology:

    http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1002/ajpa.21446/abstract

    Ora, a fábula evolucionista apregoa, esta fábula que somente creem aqueles que acreditam em papai noel, que nós “evoluímos” há aproximadamente duzentos mil anos a partir do continente africano. Porém, com a descoberta de dentes humanos em Israel cai por terra toda a lenda da evolução humana como nos tem sido contada nos últimos anos, todos os dados mentirosos e fantasiosos e todas as pseudos descobertas feitas para alimentar esta visão anti-cristã e anti-cientifica. Isso porque se provaria que o homem moderno existia fora da África muito antes do período que eles dizem que surgimos e aí iriam ter que começar tudo do zero e o que fariam com tudo o que pretensamente descobriram até o momento, já que muito foi sabidamente forjado?

    A revista Nature entrevistou Avi Gopher, líder dos cientistas, e disse (a revista disse) que tal descoberta “reescrevia a história da evolução humana”. Na verdade, é difícil para esta mídia entender que a evolução logo estará acabada quando todos usarem a lógica e a razão. Já o cientista disse que a partir de agora “tudo estava aberto novamente”. Vejam:

    http://www.nature.com/news/2010/101231/full/news.2010.700.html

    Pois é, e depois os cegos somos nós. Durmam com um barulho destes.

    Rezando pelas vossas conversões, despeço-me.

    Sandro Pelegrineti de Pontes

  21. Rafael disse:

    Desculpa cara, mas na ciência existe um conceito chamado teoria. Ou seja, são explicações plausíveis que foram adotadas para explicar algo, porém sem provas o suficiente. Por isso o evolucionismo não foi comprovado, por que se trata de uma teoria. Outra coisa, acho bom você estudar bastante antes de sair falando bobagens, afinal a seleção natural não eh de autoria de Darwin. E mais, genética eh um argumento falho, pois só se descobriu os genes muito tempo depois da morte de Darwin. Então, se você quer argumentar algum fato cientifico faça isso como um cientista, busque o conhecimento correto para ter argumentos plausíveis para não ficar passando vergonha. Não venha querer derrubar teorias cientificas com idéias religiosas, ok? Obrigado pela atenção e mais estudo antes do próximo artigo!

    • Adriano disse:

      Certo, Rafael, responderei a você partindo do pressuposto que você é um biólogo ou no mínimo conhece muito bem a teoria evolucionista. Então, lá vamos nós…

      A questão de o evolucionismo ser uma teoria é justamente que ele não passa disso: uma teoria, sem maior comprovação para que se torne uma verdade. Mas, para a ciência, as idéias darwinistas sobre evolução tem força de dogmas absolutos e inquestionáveis. Qualquer um que ouse contradizer a teoria é retaliado pela comunidade científica mundial.

      Outra: a idéia de seleção natural como explicação para a evolução foi defendida de maneira independente por Darwin, e outro cientista, Alfred. R. Wallace, a quem, acredito, você deve estar se referindo. Porém, Darwin tinha mais subsídios e foi capaz de detalhar mais sua pesquisa do que o Wallace. Por isso conseguiu mais holofotes da ciência. Então, para todos os efeitos, essa teoria é sim de Darwin, embora não a tenha desenvolvido sozinho.

      Rafael, creio eu que, se tivesse bom conhecimento biológico, teria percebido que o artigo se refere ao chamado NEOEVOLUCIONISMO, que é a teoria original da seleção natural acrescida dos conhecimentos genéticos sobre mutações. Mas tanto quanto o evolucionismo primitivo, o neoevolucionismo também não se sustenta, justamente pelos argumentos citados acima.

      Esperarei uma resposta sua…

      • klinger disse:

        Parabéns Adriano. Não sei se vc é religioso ou não,mas esse conhecimento me ajudou muito,uma vez que sou leigo nesta area,mas conheço um pouco de religião.Agradeço a Deus por nos dar pessoas como vc que estudam um pouca mais e nos ajudam a defender uma criação com digitais superiores.

      • Pedro disse:

        “Outra: a idéia de seleção natural como explicação para a evolução foi defendida de maneira independente por Darwin, e outro cientista, Alfred. R. Wallace, a quem, acredito, você deve estar se referindo. Porém, Darwin tinha mais subsídios e foi capaz de detalhar mais sua pesquisa do que o Wallace. Por isso conseguiu mais holofotes da ciência. Então, para todos os efeitos, essa teoria é sim de Darwin, embora não a tenha desenvolvido sozinho.”

        Devo discordar da afirmação supracitada.

        Wallace desenvolveu a teoria independentemente de Darwin (claro que não totalmente visto que os dois mantiam contacto), mas antes do livro “On the Origins of Species” ser “posto no ar”, Darwin questionou-se bastante acerca da publicação. Ele sabendo que a teoria iria abalar o Mundo resolveu não a publicar. Wallace, após conversas com Darwin, e com outros investigadores do seu tempo, resolveu por bem atribuir-se a teoria a Darwin, devido principalmente ao prestigio que este possuia (devido à sua família, e à sua pessoa).

        Wallace queria tal como Darwin que a difusão da teoria fosse a maior possível, daí este acordo.

        Wallace não se arrependeu. Como deve saber (ou não) das cartas de Wallace, ele , depois de ver o impacto da teoria, agradeceu a Deus por não ter sido ele a publicá-la.

        Continuando:

        “Essa teoria se espalhou para todos os campos do conhecimento, sobretudo nas ciências humanas. E seus resultados foram funestos, não só para a pesquisa, mas também no campo prático, basta lembrar que ela serviu de fundamento para as mais mortais concepções de Estado que já existiram: o comunismo e o nazismo.”
        Não acuse a teoria por incompetências humanas tal como foi o nazismo. Eu considero que esse ataque denegride a qualidade de qualquer post, independentemente do conteúdo.

        “Aceita-se o evolucionismo para não se aceitar a Deus. Desde a sua origem, essa teoria esteve impulsionada mais pelo desejo de prover o ateísmo de fundamento científico, do que em encontrar a origem das espécies.”

        O evolucionismo não é aceite para revogar a Deus. E se argumentar o contrário com citações da Darwin dizendo que a teoria poderia “derrubar Deus”, peço-lhe que pense um bocado.

        Deus, na altura de Darwin (e ainda hoje em dia), foi a figura criadora. Tudo o que existia era imutável. Isto era baseado na biblia (Darwin era inglês e o cristianismo estava presente).
        Deus, em Darwin, foi abalado. Darwin não desejava de qualquer forma que as pessoas deixassem de acreditar. Simplesmente tirou conclusões diferentes das defendidas pela generalidade.

        “Atribuir ao acaso toda a ordem perfeita e harmônica do universo é um inteiro disparate.”

        “Acaso” é o que nos distingue genéticamente. “Ordem perfeita e harmónica” é algo que não existe, muito menos quanto ao universo. Nada é perfeito. Complexidade não significa perfeição.

        Ora, um peixe que estivesse desenvolvendo características de anfíbios, patas por exemplo, nem nadaria e nem se locomoveria com destreza porque suas nadadeiras estariam se convertendo em patas. Pois bem, a seleção natural se encarregaria de eliminá-lo, por sua debilidade.

        Há patas que permitem nadar atualmente, ou seja que atuam com funções locomotivas, e ao mesmo tempo como barbatanas (acho que era o que queria dizer com “nadadeiras”)

        Genética:

        Não foi do modo que indica que a genética veio completar/corroborar os dados da teoria da evolução das espécies… Falta no post conteudo cientifico que neste momento não tenho tempo para relatar.

        Já agora, acha que é denegrindo mais a imagem de Darwin que a teoria desaba??

        (Não se esqueça que não são apenas os dados paleontológicos e a genética que apoiam ( ou que derrubam, segundo o post) a teoria da evolução. Pode ainda falar da citologia, biogeologia anatomai comparada, embriologia….

        Desde já agradeço a sua opinião sobre o assunto.

        • Adriano disse:

          Depois de ver tanto comentário non sense aqui, estou felicíssimo por ver um comentário de alguém que mostra um mínimo de conhecimento de causa! Independente de ser a favou ou contra o que foi postado aqui.

          Obrigado Pedro por detalhar a relação entre Darwin e Wallace, que foi algo que eu não me dei ao luxo de fazer completa e detalhadamente, como você o fez…conheço essas coisas que você falou, perdoe-me se o modo como falei fez você compreender meu escrito de maneira diversa da que eu pretendia transmitir…

          Eu até concordo um pouco com o que você falou sobre a não-rivalidade declarada entre Darwin e a fé cristã, a não-justificativa do nazismo a partir do evolucionismo, mas permita-me expor minha visão de “harmonia e perfeição do universo”…

          Creio que o universo é sim perfeitamente harmônico. E parte dessa harmonia é dada pela não-infalibilidade dos processos biológicos. Por exemplo: os erros de reparação do DNA e incapacidade de o organismo responder sempre perfeitamente aos estímulos positivos ou negativos do ambiente podem originar doenças incontáveis aos seres vivos. Mas doenças não são um dos fatores de regulação populacional? Não seria ecologicamente trágico se os seres fossem perfeitos a ponto de não morrerem de forma natural? A imperfeição de uma parte do sistema natural torna o sistema como um todo perfeito. Ou seja: O UNIVERSO É PERFEITO POR SER TÃO IMPERFEITO.

          De fato, falta conteúdo científico ao post. Se fosse para possuir todos os conteúdos necessários para se discutir essa questão, talvez nem toda a memória virtual existente nesse planeta fosse suficiente!!

          Quanto às áreas da ciência que afirmam/negam a teoria da evolução, de fato são várias. Poderíamos passar pela teoria endossimbiótica, que formou as mitocôndrias, importante passo para o surgimento da vida complexa; Genes Hox para explicar a macroevolução…por qual das subciências você quer começar?

      • Anonimo disse:

        concordo plenamente Adriano boa resposta, apesar das pessoas terem diversos padrões de crenças e ponto de vista diferentes, sempre haverá discordância, faz parte da natureza humana por mais que estas pessoas estejam erradas, é mais fácil acreditar no que elas desejam que seja “verdade” do que nos fatos de quem realmente intende e conhece sobre o assunto.

    • Andressa disse:

      Falou tudo Rafael, é uma TEORIA!

  22. Matheus disse:

    Esses darwinistas me enojam!! Mesmo depois de quase 2 séculos persistem em defender com unhas e dentes essa teoria fajuta, subestimam a capacidade de evolução da própria ciência se sujeitando a aceitar uma “teoria” de uma época em que mal existia a genética.
    A ciência para não admitir essa besteira ensinada por todo este tempo simplesmente ignora e ridiculariza qualquer tipo de argumentação, e tem o apoio de vários destes darwinistas que simplesmente preferem não possuir um senso crítico pelo fato de não conseguirem admitir que talvez tenham crescido dentro de uma mentira, e através desta mentira, abandonaram suas possíveis crenças (ou as alimentarão) e deixaram de buscar suas próprias conclusões.
    Essa falta de espaço para a argumentação e questionamento simplesmente atrasa a ciência, pois a ciência evolui justamente a partir de dúvidas, incertezas e questionamentos.
    O Darwinismo é apenas mais um exemplo da arrogância do ser humano, que não consegue aceitar o fato de que certas coisas ainda não possuem uma explicação válida dentro do nosso medíocre conhecimento e logo que surgiu essa oportunidade de uma explicação com essa teoria, a agarraram e num soltam mais.
    O fato é que para estes, é melhor teimar, e se forçar a acreditar que tem a explicação para algo, por mais que possivelmente este algo esteja errado do que não saber de algo que possivelmente o levaria a tentar encontrar uma explicação verdadeira.

    • klinger disse:

      Boa mateus! digo mais: é tão retrograda que remonta há seculos de superstição onde quando não se tinha uma resposta se buscava subterfúgios em magias e teorias!!

      • Pedro disse:

        Entrar com ideias religiosas assim…
        “besteira” é o facto da sociedade contestar sem se informar.

        “O Darwinismo é apenas mais um exemplo da arrogância do ser humano, que não consegue aceitar o fato de que certas coisas ainda não possuem uma explicação válida dentro do nosso medíocre conhecimento e logo que surgiu essa oportunidade de uma explicação com essa teoria, a agarraram e num soltam mais.”

        Essa afirmação tão antiga mas tão recente que separa o iluminismo da idade média.

        E klinger, acho que encontrou a definição primordial da origem da imagem de Deus na mente humana.

        • Marco Túlio disse:

          A questão é que a Bilbia é CIENTIFICAMENTE COMPROVADA, PELAS EVIDENCIAS QUE TEMOS HOJE

          TUDO O QUE ENCONTRARAM NAS ESCAVAÇÕES E NAS GERAÇÕS PASSADAS CONTEXTUALIZAM EXATAMENTE NOS RELATOS, PRINCIPALMENTE NO MAR MORTO.

          ISSO É EVIDENCIA CIENTIFICA

          JÁ O DARWINISMO NÃO POSSUI NENHUM EVIDENCIA CIENTIFICA, APENAS CONCLUSÕES ERRONEAS BASEADAS NO ACHISMO E QUE NÃO VALEM PARA OS DIAS DE HOJE

  23. Aurélio Castelo Branco da Nova disse:

    Chega a ser triste ver tanta bobagem escrita contra a T.E.
    Pelo amor de Deus ! Se temos que atacar o Darwinismo, e creio que temos,tenhamos pelo menos noção do que seja a Teoria evolucionista! Deem uma olhada aqui :
    http://www.evo.bio.br/ onde um evolucionista ávido aceita o debate mas leiam o site antes para não atacar como as abobrinhas escritas aqui!!
    O Evolucionismo está sim muito bem corroborado por evidências(infelizmente).
    E não será com argumentos tão frágeis que vamos combate-lo.
    Recomendo que estudem a Te e depois sim respaudados no que a TE de fato propõe tentar daí refuta-la!

  24. claudio disse:

    to cansado de ver que mundança climática condiciona vida, e tido como algo que proporciona vida e ou mudança, outra coisa nada de comprovação não a fator climatico que gera vida,mas que serve para manutenção da vida JA EXISTENTE,não ha mudança de clima que traga vida, apenas a atividade das JA EXISTENTES, e quantos a eras aos seres pertencentes a sua ‘particular’ isso ja é posto em cheque(para não falar cheque mate) que em muitas partes do regiões escavadas do mundo são encontrados fósseis de espécies antes separadas por bilhões de anos em uma faixa só, extintas provavelmente pela mesma causa por todo o globo

  25. claudio disse:

    Essa coisa de querer enfiar guela abaixo algo que na verdade tem na sua base não tem nada de cientifico (teoria da evolução) mas sim uma visão de mundo, pois tem em sua raízes o gnosticismo e relativismo ( verdade absoluta que nada é absoluto que ja é uma contradizão em si) e querer se mostrar mais inteligente e mais informado que os que creem em Deus, daqui uns tempos vai ficar marcada apenas como uma seita iniciada no se´culo XX, até hj não vi uma prova empirica, to cansado de ver fraudes na maior tida verdade do século, to cansado de ver o fulano viu, e beltrano entendeu, e ciclano pensou e zero de evidencia e um milhão de contradições biologicos e paleontológicas entre si de 1001 incongruencias e erros não respondidos até hj,

  26. Edson Vaz disse:

    parabens pelo post! como eu disse no outro comentario, frequento a igreja universal, e não ligo qual a sua fé ou sua igreja, e sim o que voce tem em sua mente, e temos pensamentos muito parecidos, não precisa ser ignorante pra ter fé. só queria que as pessoas percebessem isso!

  27. Edson Vaz disse:

    eu sou cristão e frequento a igreja universal a quase 10 anos, eu não busco viver pela religião, até porque não é isso que a minha igreja prega, o intuito dela é pregar sobre deus e jesus, sem impor limites dado pelo homem. e eu procuro sempre aumentar meu conhecimento pra ter argumentos e não falar sem ter conhecimento. e eu estudo muito sobre a ciencia em geral, e cada vez mais eu percebo o quão inuteis essas teorias são. o problema é que as pessoas só enxergam o que querem, porque se elas estudassem um pouco mais, elas iriam ver que pra chegar nessas histórias que existem hoje, elas iriam ver quanta coisa ridicula havia sido dada como certa. a ciencia é para o nosso bem, ela nos ajuda muito, o problema é que as pessoas usam ela para desmentir a existencia de deus. e antes de falarem da biblia, nós temos que nos basear no novo testamento, é óbvio que o velho testamento vai cair em contradição com o novo, porque foi feito baseado em como era a vida naquela época, e o novo foi feito para auxiliar nossas vidas nos dias de hoje, que é completamente diferente. não precisa acreditar em deus, mas respeite, e melhore seus argumentos, não venha falar de lavagem cerebral sem ao menos ter frequentado a minha igreja. e mais uma coisa, todos nós somos iguais, todos nós temos capacidade para escrever histórias, reais ou não, isso se chama imaginação. ou seja, a imaginação que voce diz ter criado deus, é mesma que criou essas teorias.

    • Julio disse:

      As pessoas não usam a ciência para desmentir a existência de Deus, as evidências dos estudos científicos que acabam casualmente se contradizendo perante a “teoria de Deus”. Cabe a você escolher ou uma ou outra, impossível as duas. Você quis dizer que os estudos para se elaborar uma teoria científica são os mesmos [ara se imaginar a existência de um Deus superior para confortar a ausência da explicação da nossa existência? Por favor, volte pra a sua Igreja. Abraços

      • Edson Vaz disse:

        “as pessoas não usam a ciencia para desmentir a existência de Deus…” certeza? não é isso que eu vejo hoje em dia! e falto senso interpretativo para você! teoria é a interpretação de cada pessoa sobre certo assunto, existem várias teorias evolucionistas, todas diferentes, Deus (criador) é um só.

  28. eduardo disse:

    Antes de vc tentar desqualificar DARWIN,faça um estudo aprofundado sobre lavagem cerebral ,pois vc como bilhões seres humanos foram vitimas aproveite a sua sede em saber e tente saber quantos milhões foram mortos pela sua igreja e por hitler que ela apoiou… PRA VC PENSAR …NINGUEM SABE TUDO SOBRE TODAS AS COISAS…TENTE DEIXAR DE SER INGÊNUO, POUCOS TEM A CORAGEM E A FORÇA O SUFICIENTE PARA SAIR DA PRISÃO RELIGIOSA PARTICULARMENTE CONSEGUI DESTRUIR MUITOS MITOS AOS QUAIS ASSIM COMO VC ACREDITAVA FERVOROSAMENTE QUANDO COMECEI A PROCURAR A VERDADE VERDADEIRA… CRIEI ATE UM MEDOTO EU ACREDITO EM ALGO ATÉ QUE ALGUÉM CONSIGA DESTRUIR… SIMPLES ASSIM… EU ATE FAÇO UM EXERCICIO MENTAL … EU PEGO UMA CERTEZA PESSOAL E DIGO SE EXISTIR ALGUÉM NESTE PLANETA CAPAZ DE DESTRUIR ESTA MINHA CERTEZA ATÉ AGRADEÇO, POIS O QUE MAIS TEM NESTE MUNDO SÃO MENTIROSOS E INGÊNUOS COMO VC … NO YOUTUBE MUITO SOBRE LAVAGEM CEREBRAL

    • Daniel disse:

      Bem, e muito fácil quando a gente critica as pessoas sem da uma verdadeira resposta mais eu queria lhe fazer algumas pergunta: Os argumentos do evolucionismo completos existe verdadeiras provas sobre o mesmo, existe o elo perdido de todas especie ou continua perdido ou não existe? bem quem continua INGÊNUOS?

    • Cesar disse:

      Pode lhe ocorrer a idéia de que talvez você seja vítima de lavagem cerebral, ou isso só acontece com os outros?

    • And disse:

      Olá Eduardo.

      É realmente a “igreja” matou muitas pessoas na inquisição, concordo, mas não se esqueça que a teoria do evolucionaismo também derramou muito sangue e maltratou a humanidade.
      A escravidão por exemplo, só foi aceita pela sociedade por que diziam que os negros eram uma raça inferior na escala da evolução, não eram seres humanos.
      Hitler com a igreja ? Pelo que sabemos os nazistas diziam ser uma raça superior de sangue “Azul” e usavam claramente citações de livros darvinistas para justificar os seus massacres, como por exemplo “Na natureza os mais fortes sobrevivem”.

      E se você realmente leu o livro a origem das especies de Darwin, você vai ver que ele entrava em diversas contradições, principalmente se tratando do OLHO.
      Não há uma explicação evolutiva, não só pro olho mas como pra qualquer outro orgão.

      Pare pra pensar apenas no útero, ora, se um útero demorasse milhões de anos para existir,como haveriamos te ter nacido ??

      Obrigado pela atenção.

      • Pedro disse:

        “É realmente a “igreja” matou muitas pessoas na inquisição, concordo, mas não se esqueça que a teoria do evolucionaismo também derramou muito sangue e maltratou a humanidade.
        A escravidão por exemplo, só foi aceita pela sociedade por que diziam que os negros eram uma raça inferior na escala da evolução, não eram seres humanos.
        Hitler com a igreja ? Pelo que sabemos os nazistas diziam ser uma raça superior de sangue “Azul” e usavam claramente citações de livros darvinistas para justificar os seus massacres, como por exemplo “Na natureza os mais fortes sobrevivem”.”

        Really?? Really?? … Esse comentário foi realmente um fracasso… Puramente absurdo… Primeiro Darwin era totalmente anti escravatura. E para além do mais, a escravatura já existia antes das primeiras teorias evolucionistas. De seguida, Darwin nada teve a ver com o movimento nazi… Lá porque uma cambada de “malucos ” acredita numa coisa e cita frases de um livro de Darwin, não quer dizer, nem perto, que Darwin fosse culpado pelas suas ações.

        E o final é arrebatador…. Já ouviu falar em anatomia comparada ?? Aconselho a pesquisa…. Dura pesquisa pela frente

        • EDMILSON disse:

          Olha Pedro sobre a inquisição, peço a você que me mostre um só documento do século XIII ao século XV ondem um Cristão diz que o tribunal do Santo Oficio condenou alguém a morte, aliás, peço a você que encontre nos escritos de Lutero algo sobre a Igreja mandar matar alguém, no dia que um protestante me mostrar um só documento, ai debatermos sobre inquisição. No mais, o tribunal do santo oficio que existe até hoje nunca condenou ninguém a morte, a única coisa que ele fez foi excomungar hereges como fez com Lutero, ou você acredita que se a igreja matasse seus adversários teria deixado Lutero e Calvino vivo? Com toda a certeza sua língua será cortada no momento que você entrar no inferno por caluniar a Santa Igreja.

      • Jonas disse:

        Bom, não vou entrar nesta discussão , afinal caí neste site por acaso.
        Mas comecei a ler umas respostas e fiquei cada vez mais deprimido. Acho que quase ninguém aqui sabe o que realmente é CIÊNCIA. Sem contar que a maioria aqui escreve muito mal.
        Só para responder à questão da evolução do OLHO…:
        http://www2.uol.com.br/sciam/reportagens/a_fascinante_evolucao_do_olho.html

    • GOMES disse:

      EDUARDO VOCÊ É UMA ALMA ERRANTE QUE CARREGA CONTRADIÇÕES E FOFIMAS
      AMIGO HEREGE SOBRE A INQUISIÇÃO QUE FALAM CONTRA A IGREJA CATÓLICA 95POR CENTO É FABABULA E MENTIRA CRIADAS POR HISTORIADORES AMERICANOS

      SE DUVIDAR EU TI MOSTRO OS VERDADEIROS DOCUMENTOS COM FONTE HISTORICA TESTEMUNHAS OCULARES E FATOS VERÍDICOS

      EDUARDO VOCÊ É UM HOMEM RACIONALISTA TENHO PENA DE VOCÊ MEU CARO SAIBAS QUE 5 MAIS 5 É IGUAL A 10

      SOBRE LAVAGEM CEREBRAL SÓ CAI AO FANATISMO QUEM NÃO ESTUDA E ACREDITA EM FABULAS

      EU DESAFIO VOCÊ E A QUAL QUER HISTORIADOR PROTESTANTE QUE ME MOSTRE O CONTRÁRIO

      EDUARDO VOCÊ QUE SÓ APARECER HEREGE

      QUE UM EXEMPLO MUITOS HISTÓRIADORES AFIRMAM QUE JESUS NUNCA EXISTIU
      SABE POR QUE ELES AFIRMAM ISSO SÓ PARA GANHAR DINHEIRO PRODUZIR MATÉRIA HISTÓRIA LIVROS E POLEMICAS

      POIS ELES HISTÓRIADORES SABEM QUE JESUS EXISTIU POIS OS FATOS DA ÉPOCA OS IMPERADORES HISTÓRIADORES OS ESCRITORES ECLESIASTICOS TAMBÉM CONFIRMAM ISSO

      AGORA DEIXA DE LOROTA

      EDUARDO VOCÊ TEM PONTOS DE VISTA ISSO É UMA COISA AGORA A VERDADE É OUTRO SEU CHALARTÃO

      SÓ DEBATO COM VOCÊ EDUARDO COM DOCUMENTOS LIVROS VERÍDICOS TESTEMUNHAS OCULARES
      ME MOSTRE VERDADE COM VERDADE COLEGA E NÃO LIVROS DE PONTOS DE VISTA ACORDA RACIONALISTA DEIXE DE LOROTAS

    • Marco Túlio disse:

      Eu fatalizo ateu como voce com argumentos cientificos.

      Voce argumenta com IGNORÃNCIA

  29. Adriano disse:

    Primeiramente, parabenizo a iniciativa de expor o evolucionismo às suas próprias exigências, que o fazem se contradizer em vários pontos. Fica cada vez mais provado que a ciência não será perfeita enquanto não admitir a existência do designer inteligente.

    Mas permitam-me colocar algo que foge da explicação evolucionista, na parte que fala dos fósseis vivos. Existir um animal ou vegetal com características primitivas não contradiz a evolução. A evolução, segundo os evolucionistas, não é linear. Ela ocorre por ramificações. É possível, embora muito improvável estatísticamente, que, a partir dos celacantos, tenha surgido uma linhagem de peixes com modificações mais semelhantes aos peicxes de hoje. Isso não significaria necessariamente que as características daquela linhagem que se manteve se tornaram inadequadas para sobreviver no ambiente. As mutações ocorrem ao acaso, e sua continuidade depende da viabilidade das novas linhagens, não da inviabilidade das antigas.

    Fica minha crítica construtiva, de um católico fervoroso

    Adriano

  30. Márcio Luís Gomes disse:

    Realmente, quando leio algo como esse post, tenho minhas dúvidas quanto à teoria de Darwin, pois esse post é prova de que alguns homes não evoluiram nada com o tempo.
    Quando eu era criança, achava que em torno do ano 2000, essas fantasias de papai noel, coelho da páscoa, mula sem cabeça, jesus, saci, deus e homem feito de barro já não existissem mais. Com tanta gente cega no mundo querendo enxergar, encontro um post de pessoas que enxergam e querem ser cegas. Gostaria de poder pagar-lhes uma semana na ilha de Galápagos, ou em alguma ilha filipina, para que voces vejam a prova da evolução em seu modo mais excêntrico possível, mas sei que não adiantaria, porque voces se fazem cegos.

    • marcos disse:

      larga de falacias rapaz , pega um passarinho canario belga e cruza ele com um coleiro e ver o que vai acontecer , o bico vai diminuir , a cor vai ser diferente , pega um cúrio e cruza com um coleiro do brejo , pega um cúrio e cruza com bico de lacre . realmente vc é muito inteligente , da pra ver e ainda quer debater em uma coisa que o mundo todo já sabe que é uma farsa , e que só engana trouxa metido a esperto , a ponto de acreditar na evolução , e pior vcs ainda chama cristão de burro , sendo que cada ano estar aparecendo mais e mais achados arqueológicos e mesmo assim os burros que mais tem raiva de Deus do que descrença usam sempre a mesma falacia que a evolução foi provada .logico que foi para um jegue igual o ateu . com certeza se vc achar um osso enterrado no seu quintal do jeito que é inteligente vai dizer que é do seu antepassado ( macaco ) vai estudar e vê se toma vergonha e para de usar falacia .

    • marcos disse:

      e vcs são tão burros e cegos ao mesmo tempo que acharam a urna mortuária de tiago irmão de jesus ( comprovada pela ciÊncia ,10 anos sendo analisada ) acharam a arca de noé como descrito na bíblia , no monte ararat , acharam varias rodas , varios objetos de ouro onde aconteceu a travessia do mar vermelho , provas do diluvio >>>>> no canada acharam milhares de dinossauros milhares deles , e os próprios evolucionistas disseram que todos eles morreram ao mesmo tempo e que todos foram mortos por afogamento e que a água subiu rapidamente matando a todos e eles dissera que foi um furacão , logico que para vcs foi um furacão como vcs iriam dizer que foi o diluvio , provas do diluvio >>>na montanha na china com uma altura de 4 mil metros acharam milhares de animais marinhos , que só podem ser achados no fundo do mar , agora só falta vc me dizer que eles resolveram subir uma montanha de 4 mil metros de altura por que estavam enjoados da água salgada e resolveram aproveitar e ver o por do sol . meu amigo são apenas 4 que coloquei aqui existe mais de 100 provas e mesmo que vcs desqualifiquem pois é isso que sabem fazer , não tem problema , vcs já estão a mais de 3 mil anos tentando apagar com o nome de Deus . e até hoje !!! nada . e outra coisa até seu deus chamado charles dawkins já estar desanimado coitado . já correu até de debate ..vai lá vai ..agora se vc tiver comprovação da evolução então vc deve mais inteligente que esse doido que mencionei agora pois o mesmo já ta ficando doido pois não consegui provar . e isso mostra o quanto vc é inteligente conseguiu provar uma coisa que nem charles dawkins conseguiu até agora …realmente ATEÍSMO É SINAL DE INTELIGENCIA ..

      • Marco Túlio disse:

        Isaac Newton, o MAIOR FÍSICO DE TODOS OS TEMPOS E QUE DEIXOU A MAIOR CONTRIBUIÇÃO, CUJAS LEIS SÃO VALIDAS ATÉ HOJE, ERA CRISTÃO

        Galileu, Copérnico, Faraday, etc. A maioria dos cientistas eram religiosos. E suas leis eram baseadas em fenômenos da NATUREZA e SÃO VÁLIDAS ATÉ HOJE.

        A farsa de Darwin não consegue explicar nem 2% sobre o porquê as leis de Newton nao mudaram até hj, já que a natureza e seus fenômenos sofreram várias transformações desde a época de Newton.

        LOGO, SEU ARGUMENTO É INVÁLIDO, POIS ELE PE MUITO MAIS INTELIGENTE QUE EU E QUE VOCÊ

        PROCURE ARGUMENTAR COM ARGUMENTOS DA CIÊNCIA, NÃO DA IGNORÂNCIA.

        Eu FATALIZO ATEU COM CIENCIA, e não com IGNORÂNCIA. Abraçs

    • Luciane Caroline Ferreira disse:

      Por isso que existe tanta ignorância no mundo. a Igreja insiste em dizer que o homem é um ser soberano dentre os milhares de seres vivos existentes. Isso ocasiona o total desrespeito pelo planeta e, por consequência, desrespeito à nossa própria espécie. Vão estudar, em primeiro lugar, o que é a evolução, seleção natural e origem da vida. São necessários anos de estudo para entender a evolução Darwiniana e não referências ao acaso. Estudem ao em vez de falarem baboseiras como céu, inferno e que a mulher foi feita da costela do homem. Quer maior desrespeito com a mulher?Ser vivo da própria espécie discriminada pelos dogmas da Igreja. Por que não ao contrário? Que poder tem o homem de servir de molde? E por que Deus? não poderia ser Deusa? Falta muito estudo ai…

  31. Sheila disse:

    “Desde as primeiras séries de nossos estudos vimos sendo familiarizados com uma explicação – no mínimo estranha – sobre a origem da vida: a teoria da evolução de Charles Darwin, soberana nos manuais de colégio.” TÓPICO JÁ COMEÇA ERRADO , VERDADEIRA PERDA DE TEMPO !!!!!!

  32. Marcelo disse:

    Olá Ana Alice Silva.
    Primeiro você começa dizendo que não é fanática?
    Para começar, vamos ao que não concordo, deixando bem claro que não sou anticriacionista, nem darwinista fanática.
    E termina dizendo que é fanática!Suas palavras falam por sim mesma!É só você prestar a tenção nas suas defesa e argumentos sobre o Darwinismo!
    Eu, em particular, acredito nas evidências Darwinistas.
    Olha a resposta do nosso amigo : gerlanny lima.
    Um artigo muito interessante, pena que darwin fez essa teoria, mas nao acreditava. Entao porque varias pessoas acreditam nessa teoria?
    Por que será em Ana?
    Fico triste em saber que você para trabalhar em sala de aula!Como este pensamento tão alienado.

  33. gerlanny lima disse:

    Um artigo muito interessante, pena que darwin fez essa teoria, mas nao acreditava. Entao porque varias pessoas acreditam nessa teoria?

    • Márcio Luís Gomes disse:

      Darwin fez essa teoria e não acreditava? Cara!! de que mundo você é? de que Darwin você está falando?? Esse post é uma TOTAL PERDA DE TEMPO.

  34. Ana Alice Silva disse:

    Olá, caros

    Inicialmente, parabenizo-os pela publicação destes artigos, é realmente uma pena que eu os tenha descoberto 4 anos depois. Espero que leiam este comentário.

    Como sabem, existem dois tipos de crítica, as construtivas e as aversivas. Gostaria de contribuir, como leitora, das duas maneiras para ajudar a tornar a qualidade dos artigos ainda maior.

    Para começar, vamos ao que não concordo, deixando bem claro que não sou anticriacionista, nem darwinista fanática.

    A teoria da evolução, como o próprio nome diz, é uma TEORIA, não uma LEI. O que Darwim escreveu em “A Origem das Espécies” foi uma sintetização de tudo o que ele estudou. E, como qualquer coisa feita por seres humanos, sua teoria está sujeita a falhas e contradições. Porém, há coisas que, apesar de não terem sido “provadas”, há evidências de sua existência. Da mesma maneira que acreditamos em Deus, sem, no entanto, vê-lo. E algumas das evidências da evolução das espécies foram aqui combatidas, ao meu ver, sem uma base para isso. Acho que para alguém argumentar contra qualquer coisa, é preciso ter um certo conhecimento sobre o que se está criticando.
    Vou mostrar alguns exemplos:
    * Do pré-cambriano até o cambriano, quando houve a chamada “explosão cambriana”, passaram-se mais ou menos 4 bilhões de anos. É um tempo considerável para que a atmosfera e o clima da Terra mudassem drasticamente e condicionassem o surgimento de organismos um pouco mais complexos, já que agora eles não precisam ser de dimensão tão reduzida para sobreviver. (um exemplo disso são as bactérias extremófilas atuais. Já viram algum organismo maior que uma bactéria conseguir sobreviver a condições de extrema temperatura, salinidade e sem oxigênio?
    Outra coisa: as condições para preservação de um organismo nas rochas são muito peculiares. Os mais fáceis de preservar são os vertebrados, por possuírem partes duras (ossos). Partes moles, invertebrados sem carapaça e organismos unicelulares são dificílimos de serem preservados, pois facilmente se decompõem assim que morrem. É de se esperar que não encontremos em registro fóssil as “formas de transição” entre os organismos uni e os pluricelulares.
    * Quem disse que os “elos perdidos” continuam perdidos? Em 1861 (nada recente), foi descoberto o Archaeopteryx, que por sinal, não correspondia a partes de diversos fósseis de espécies diferentes. Era, de fato, um réptil com penas. E de lá para cá, foram encontrados muitos outros. Hoje não se vê lagartixas com asas de galinha, não é mesmo? Recentemente, em 2009, foi descoberto o Darwinius masillae, uma espécie de primata que poderia ser o elo entre humanos e primatas.
    * Vocês afirmaram: “Sabe-se hoje que, qualquer mudança nas características de uma espécie só ocorre por estar ‘contida’ no seu material genético e a variação dar-se-á nos limites da carga genética dessa espécie, não passando disso”. E é verdade. Uma característica concernente ao fenótipo não pode ser transmitida, pois isso não acarreta em mudança a nível genético. A evolução não afirma que “o ambiente torna o indivíduo apto”, mas sim que “o indivíduo mais forte sobrevive”. O que aconteceu com as mariposas de Manchester não foi uma mutação do branco para o preto, mas sim uma “seleção”, como o próprio nome da teoria diz. As mariposas escuras foram “selecionadas” a sobreviver, e passaram uma característica JÁ EXISTENTE aos seus descendentes. Simples.
    * Acreditar na teoria evolucionista não implica desacreditar em Deus. O próprio Darvin NÃO ERA ATEU, apesar de sua teoria parecer naturalista e materialista. Darwin não admitia o evolucionismo como causa prima, mas conseguia distinguir claramente a “criação” da “evolução”.

    Apesar dessas passagens de vosso texto, que ao meu ver são falhas, li algo que estou de extrema concordância:
    “Atribuir ao acaso toda a ordem perfeita e harmônica do universo é um inteiro disparate. O cientista que toma essa atitude joga para trás todos os parâmetros científicos (em nome dos quais ele fala)e lança mão de argumentos filosóficos que a própria ciência já desmentiu.”

    Eu, em particular, acredito nas evidências Darwinistas, mas é uma grande tolice pensar que tudo proveio do acaso, do nada. O próprio Descartes, em sua obra “O discurso do Método” afirma que seria preciso ser mais que humano para colocar a existência de Deus em questionamento. Acho que a própria perfeição do Universo e a sucessão de eventos que condicionaram o surgimento da vida não tem outra explicação além de tudo isso ter sido criado por um ser tão perfeito quanto o próprio Universo.

    Espero que a minha contribuição valha a pena. Respeito a opinião de todos e espero que respeitem a minha também. Anseio por uma humanidade que consiga conviver com as diferenças e a união entre ciência e religião.

    Obrigado

    Ana Alice Silva
    Téc. e estudante de Geologia

Deixe seu comentário